• Educação transforma

Elos que transformam: Impulsionando a trajetória de estudantes 'first gen' na FGV EAESP

21.02.2024

Na busca por fortalecer o apoio aos alunos bolsistas de graduação, especialmente àqueles que representam a primeira geração de suas famílias a ingressarem no ensino superior, a FGV EAESP lançou o Programa de Mentoria ELOS. Esta iniciativa inovadora estabelece uma conexão crucial entre alunos atuais e ex-bolsistas, visando compartilhar experiências e enfrentar os desafios da vida acadêmica. Em formato semestral e com uma abordagem personalizada e colaborativa, o programa promete acelerar a aprendizagem sobre o complexo contexto social do ensino superior. A colaboração entre diferentes entidades, como o Alumni, Centro de Carreiras e Coletivo Plutão, demonstra um compromisso coletivo em facilitar essa transição desafiadora. Sob a liderança dos ex-alunos Michael Cerqueira e Rafael Leite, o programa promete transformar a jornada dos estudantes na FGV EAESP, destacando a importância da mentoria como estratégia eficaz no aprimoramento da aprendizagem. A editoria Educação Transforma abre espaço para que os cofundadores deste projeto possam compartilhar sua experiência com o programa. 

                                                                                                                                                                        Por Rafael Leite e Michael Cerqueira*
 

A FGV EAESP lançou, em uma iniciativa pioneira, um programa de mentoria focado em estudantes 'first gen' - os primeiros em suas famílias a ingressar no ensino superior. Idealizado por nós, ex-alunos da graduação em Administração Pública, o projeto piloto, realizado entre outubro e dezembro de 2023, conectou 8 duplas de mentores e mentorandos. Esta iniciativa marca um avanço significativo no apoio a esses estudantes em uma instituição de elite e demonstra um compromisso com a inclusão de uma categoria ainda pouco contemplada em estratégias de promoção da diversidade.

O programa foi criado para enfrentar desafios únicos vivenciados por esses estudantes, que vão além das barreiras acadêmicas comuns. Muitos desses alunos, oriundos de famílias pobres, pretas e pardas, que enfrentam não só estigmas de raça e classe, mas também barreiras socioeconômicas e limitações de capital social. Esses estudantes frequentemente encontram obstáculos para compreender os códigos implícitos do ensino superior, lidar com o estresse acadêmico e a ansiedade, e para equilibrar as expectativas familiares com as demandas da vida universitária, entre outros desafios.

No programa 'Elos', a mentoria adotou uma abordagem diversificada. Os encontros presenciais foram essenciais na construção de relações de confiança e suporte. Simultaneamente, a flexibilidade das interações online mostrou-se um complemento valioso, proporcionando conveniência e acessibilidade. A experiência sublinhou que a mentoria é um processo dinâmico e requer mentores qualificados e dedicados a compreender a realidade dos estudantes. Vale ressaltar: o programa é exclusivo para mentorandos 'first-gen' assim como quase a totalidade dos mentores, visando criar espaços de entendimento mútuo baseados em vivências compartilhadas.

Durante a edição piloto do programa, observamos a diversidade das necessidades dos alunos ao longo de suas trajetórias acadêmicas. Alunos nos primeiros anos de graduação se beneficiam significativamente do suporte de colegas mais experientes, que lembram claramente dos desafios de adaptação ao ambiente universitário. Já os alunos nos estágios finais da graduação precisam de orientações focadas na transição para a vida profissional, incluindo apoio na identificação de competências, fomento de oportunidades de networking e desenvolvimento de habilidades para entrevistas, elaboração de currículos e uso eficaz do LinkedIn.

Com os aprendizados adquiridos, uma nova edição do programa Elos será lançada em 2024. Assim como no ano anterior, a implementação fica a cargo do Alumni da FGV EAESP em parceria com o Centro de Carreiras. O programa se estenderá por um semestre completo, alinhando-se ao cronograma do programa de mentoria tradicional da escola e proporcionando um período maior para os encontros. É crucial enfatizar que esta iniciativa é uma entre as diversas oferecidas pela escola à comunidade acadêmica, complementando várias outras iniciativas autogeridas pelos alunos, como o Coletivo Plutão, que congrega alunos bolsistas e de baixa renda. O objetivo do Programa Elos é expandir os recursos de suporte aos alunos, visando enriquecer suas perspectivas acadêmicas e profissionais.

Olhamos com expectativa para a edição de 2024 do programa, prevendo que será ainda mais abrangente e impactante. A mentoria, sendo um elemento crucial, integra-se a um ecossistema amplo de recursos de apoio. O 'Elos' ressalta a importância de programas assim, que transcendem o suporte acadêmico e têm o potencial de transformar as trajetórias dos estudantes 'first gen'. Este programa se destaca por assegurar não apenas a inclusão no ensino superior, mas também por reafirmar o compromisso da comunidade da FGV em criar mecanismos para que os alunos de primeira geração se sintam plenamente integrados à instituição à qual agora pertencem.

Rafael Leite e Michael Cerqueira são formados desde 2016 no curso de Administração Pública na Fundação Getulio Vargas e gentilmente cederam o conteúdo ao Alumni FGV EAESP. 

 

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.