As relações entre as estratégias competitivas e estratégias de inovação na indústria bancária

Fevereiro, 2020

Curso

Mestrado Profissional em Gestão para Competitividade - Tecnologia da Informação

Autor(es)

Carlos José Xavier Cruz

Orientador

A indústria bancária sempre esteve na vanguarda ao usar tecnologias modernas e inovações para conduzir seus negócios e vivencia agora a era das transformações digitais sofrendo os impactos das disrupções em suas diversas linhas de negócio. Ao mesmo tempo que os bancos lidam com as pressões do mercado e reguladores precisam agir rapidamente para se manterem competitivos frente aos novos concorrentes que não são triviais e utilizam tecnologias digitais para acessar mercados inteiros ou partes do negócio bancário, como é o caso das Fintechs (Empresas de tecnologia que atuam no setor financeiro) e Big techs (Grandes empresas de tecnologia), que representam risco eminente aos bancos e que podem acessar seus mercados com grande velocidade e alto impacto, como é o caso do Google, Amazon, Facebook e Apple. Os nativos digitais utilizam novas tecnologias e não possuem grandes legados como sistemas antigos e agências físicas podem evoluir mais rapidamente no mundo digital. Estas transformações aceleradas trazem grandes oportunidades e riscos ao modelo de negócio bancário desafiando os fundamentos deste setor de onde emerge a necessidade de compreender as relações entre as estratégias competitivas e de inovação que possuem alto potêncial de gerar vantagem competitiva de alta relevância. O presente estudo analisa as relações entre as estratégias competitivas e estratégias de inovação em grandes bancos privados. Neste contexto a palavra relação se refere a influência, causalidade ou resultados organizacionais percebidos pelos líderes da organização alvo da pesquisa. Para atingir os objetivos, foi realizado um estudo de caso em uma grande organização privada da indústria bancária brasileira sendo esta um dos maiores bancos da américa latina. Este estudo é o primeiro ao identificar os relacionamentos existentes entre as estratégias competitivas e de inovação em uma grande organização da indústria bancária considerando (1) identificar as estratégias competitivas e estratégias de inovação adotadas pela organização alvo da pesquisa, (2) identificar as possíveis relações entre as estratégias competitivas e estratégias de inovação, (3) identificar se, na percepção dos executivos, os resultados desta relação contribuem para a obtenção de vantagem competitiva. Os resultados foram satisfatórios e obtidos com o uso de metodologia qualitativa, suportada por teorias amplamente estudadas, visão da indústria bancária do autor que atua em grandes bancos na América Latina como executivo sênior nas áreas de tecnologia, inovação e negócios aliada a sólida experiência e visão dos líderes da organização alvo da pesquisa.

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.