Práticas Públicas e Pobreza

Práticas Públicas e Pobreza

Melhoria da qualidade de vida e inclusão social das populações pobres

 Projeto especial do Programa Gestão Pública e Cidadania, que buscou identificar e disseminar práticas e conhecimentos voltados especificamente à melhoria da qualidade de vida e à inclusão social das populações pobres. Apoiado inicialmente pela Fundação Ford, contou também com o apoio do Banco Mundial e do BNDES.

As principais atividades do projeto foram:

Promoção de encontros temáticos envolvendo atores oriundos de diferentes segmentos de ação e reflexão: das comunidades, da academia, de organizações da sociedade civil e da área pública.

 Realização de estudos e pesquisas focalizando, nas suas diversas formas, as práticas sociais e públicas emergentes, que vêm demonstrando ter um impacto real e direto na qualidade de vida e na inclusão social das populações empobrecidas.

Desenvolver cursos de capacitação em ação social responsável para profissionais de prefeituras municipais, governos estaduais, instituições de desenvolvimento, organizações não governamentais e comunidades em geral.

 Produzir material escrito e audiovisual para fins de disseminação de práticas e conhecimentos, como também para uso didático.

 Publicações do Projeto Práticas Públicas e Pobreza: Os livros do Projeto Práticas Públicas e Pobreza são os resultados de seminários temáticos, discussões e estudos sobre múltiplos aspectos relacionados à temática da pobreza e às formas de enfrentá-la. Pesquisadores renomados, das mais variadas disciplinas e de diversas instituições, participaram dos debates e das análises que resultaram na produção desses textos.

 

Apoio:

Fundação Ford

Banco Mundial

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)

 

Coordenação:

Profº Peter Kevin Spink

Ilka Camarotti

Fabiana Paschoal Sanches de Moura (CEAPG, Coordenação administrativa)