Transformação digital: percepções e ações no contexto brasileiro: o que os executivos das empresas atuantes no Brasil entendem por transformação digital

Março, 2020

Curso

Mestrado Profissional em Gestão para Competitividade - Tecnologia da Informação

Autor(es)

Diogo de Azevedo Vasconcellos

Orientador

Transformação digital tem estado presente nos planos de praticamente todos os executivos, sendo visualizada como uma oportunidade para otimização dos resultados empresariais. Ainda que o assunto esteja largamente difundido, seus resultados só começaram a ser notados mundialmente a partir de 2017, com as empresas conectando a jornada da Transformação Digital nas suas estratégias corporativas e os resultados começando a aparecer, inclusive, no valuation das empresas. No Brasil, ainda que a mesma tendência seja notada, o nível de maturidade digital das empresas está alguns passos atrás dos países mais desenvolvidos. Na literatura, é possível encontrar algumas publicações sobre o tema, notadamente a partir de 2016 e, basicamente, no exterior; entretanto, além de existirem algumas (mesmo que poucas) definições conflitantes, publicações e estudos acadêmicos com autores que possuam filiações no Brasil são ainda mais escassos, sendo, então, relevantes maiores estudos sobre transformação digital no país. Neste contexto, o objetivo deste trabalho é identificar o entendimento do executivo das empresas que atuam no Brasil sobre transformação digital, bem como os resultados que esperam alcançar, de forma a identificar se há ou não alinhamento com a literatura, na qual foi possível concluir que, apesar de existir alinhamento na grande maioria das questões, um dos pontos centrais sobre transformação digital não chegou a mesma conclusão que a literatura, uma vez que esta mostra claramente se tratar de um assunto estratégico e de negócio, ao passo que a percepção dos executivos não foi unânime, com 37% apontando que transformação digital é um assunto tecnológico. A pesquisa foi conduzida por meio de um levantamento empregando um questionário com questões fechadas, tendo como público-alvo executivos de empresas com atuação no país. Assim, pode-se sugerir dois caminhos alternativos – uma vez que o assunto pode ainda não estar plenamente entendido no Brasil –, demandando ainda uma maior maturidade nas empresas, ou direcionando a uma revisão da literatura.

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.