Capacidades digitais e intensidade de gestão para transformação digital: operadoras de telecomunicações do Brasil

Setembro, 2019

Curso

Mestrado Profissional em Gestão para Competitividade - Tecnologia da Informação

Autor(es)

Paulo Pereira de Souza Junior

Orientador

A adoção de um plano estratégico digital voltado para a assimilação e inovação tecnológica tornou-se um dos maiores desafios organizacionais da atualidade, constituindo um novo momento onde o sucesso de uma organização está condicionado principalmente a sinergia entre processos organizacionais, pessoas e tendências digitais. Ciente da necessidade de construção de uma cultura de inovação digital, as grandes empresas se mobilizam na captura do máximo de oportunidades relacionadas às principais tendências tecnológicas, considerando principalmente a busca pelo aumento da competitividade e aperfeiçoamento da experiência dos clientes. O segmento de negócios e serviços de telecomunicações assume um papel de vital importância para disseminação das novas tecnologias, suportando outros segmentos de negócio com infraestrutura e serviços de comunicação, integrando e promovendo a disseminação das novas tecnologias denominadas SMACIT (Social Media, Mobile, Analytics, Cloud Computing e Internet of Things). Especificamente o segmento de telecomunicações não está imune a nova onda de inovação digital, com transformações capazes de alterar concepções antigas de modelos de negócio, observando principalmente a ampliação do escopo dos serviços de comunicação com a adoção de novos serviços digitais. Considerando os aspectos da transformação digital e o papel do segmento de telecomunicações como plataforma para transformação digital de outros negócios, este trabalho se propõem avaliar como as 3 principais operadoras de telecomunicações brasileiras estão posicionadas considerando o uso e aplicação das novas tecnologias (Intensidade Digital) e a criação de um ambiente para a promoção da inovação digital ou liderança para transformação (Intensidade de Gestão para Transformação). Conforme análise demonstrada neste trabalho, para o segmento de telecomunicações do Brasil, o posicionamento e maturidade relacionada a evolução dos projetos de transformação digital é diferente entre as principais operadoras, observando principalmente as diversas tendências tecnológicas disponíveis atualmente, sendo que tais diferenças podem determinar os patamares competitivos de uma organização.

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.