Microfinanças e impactos das mudanças climáticas: o caso do Agroamigo no Brasil

January, 2015

Autor(es)

Rafael Magnus Barbosa Moser
Lauro Gonzales

O artigo relata um estudo de caso empírico sobre a interface entre as microfinanças e temáticas da mudança do clima. Segundo o estudo, pela baixa capacidade adaptativa, os clientes microfinanceiros mundo afora estão entre os mais vulneráveis à mudança do clima. No entanto, tal arena é ainda pouco conhecida pela academia e inexistente no discurso acadêmico brasileiro. Portanto, investigando o maior programa de microfinança rural do Brasil, Agroamigo, o estudo tem por objetivo prover uma contribuição empírica para as microfinanças verdes. 

 A principal conclusão é que, embora Agroamigo ofereça importantes sinergias com iniciativas da mudança climática, ele terá de levar mais em consideração vulnerabilidades e riscos específicos para melhor proteger o seu portfólio e clientes dos impactos advindos das mudanças climáticas.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.