Voltar

O papel da criatividade em uma organização que tem inovação como estratégia. Dissertação

Janeiro, 2019

Autor(es)

Adriana Alves dos Santos

Esta pesquisa tem como objetivo analisar a criatividade em uma organização que tem inovação como estratégia, em um contexto marcado por transformações sociais, políticas, ecológicas e econômicas associadas à importância do conhecimento como insumo de produção e à criatividade como recursos das organizações que buscam sustentar seus negócios por meio da inovação. Essa nova dinâmica abriu uma oportunidade para discutir-se a ambidestria organizacional que se dá a partir das necessidades de novas criações, economicamente competitivas, que atendam a demanda por inovação e que, simultaneamente, mantenha aquilo que já se mostrou bem sucedido, como a importância dos processos e controles nas organizações. Criatividade demanda gestão de recursos humanos diferenciada, pois tem como seus componentes as pessoas, o conhecimento, motivação e competência criativa, que impacta no resultado observado por meio da identificação de produtos inovadores desenvolvidos por esses recursos. Considerando-se a amplitude do objeto, sua subjetividade e contemporaneidade para a administração optou-se pela abordagem qualitativa para analisar o fenômeno por meio de estudo de caso único, conduzido com ativa participação do pesquisador em uma empresa brasileira de capital aberto que tem inovação com estratégia. O discurso de profissionais obtido por meio de entrevistas semi-estruturadas foi a principal fonte de análise. Nos resultados verificou-se a subjetividade e complexidade do fenômeno criativo, a amplitude da inovação, suas dimensões objetivas e subjetivas, bem como seus aspectos individuais e coletivos. Na empresa, criatividade manifesta-se por meio da liberdade dos indivíduos, da inspiração, da utilização do tempo e do espaço que estão alicerçados em valores e na cultura da organização. No estudo de caso, verificou-se que empresa, marca e indivíduos relacionam-se de maneira harmônica comprometidos com a verdade, ética e estética.