Doutorado em Administração de Empresas (CDAE)

Duração do Curso (tempo de integralização)

A duração mínima do Curso de Doutorado é de 24 meses e a duração máxima é de 54 meses.

Atualizado em: 26/04/18.

Critérios de avaliação do processo ensino-aprendizagem

Art. 75. Ao aluno de Mestrado Acadêmico e Doutorado é atribuída nota, variável de zero a dez, em cada disciplina, com exceção dos Seminários de Pesquisa e Seminários Gerais em que são atribuídos conceitos satisfatório ou insatisfatório.

§ 1 º A nota final do aluno em cada disciplina é a média ponderada das notas atribuídas a uma ou mais formas de avaliação intermediária e à avaliação final, sendo que pelo menos uma das avaliações deve ser escrita.

§ 2 º As formas de avaliação e o peso atribuído a cada uma delas são determinados pelo professor da disciplina e devem constar explicitamente do respectivo programa.

Art. 76. A nota igual ou superior a seis representa aprovação na respectiva disciplina; a nota inferior a seis representa reprovação.

Art. 77. O aluno deve obter média geral superior ou igual a sete nas disciplinas que constituem currículo do respectivo curso.

§ 1 º A média geral corresponde à média ponderada das notas finais das disciplinas em que obtiveram aprovação, e o peso atribuído a cada uma dessas notas finais é o número de créditos da respectiva disciplina.

§ 2 º Não entram neste cômputo as avaliações das disciplinas realizadas fora da FGV/EAESP. 

Art. 78. Nos casos de não comparecimento à avaliação final, é facultado ao aluno requerer, com a ciência do professor da respectiva disciplina, avaliação em segunda chamada, no prazo máximo de três dias da data da avaliação em primeira chamada. Parágrafo único. O período para realização de avaliação final em segunda chamada é definido e publicado em Calendário Escolar. 

Art. 79. Considera-se reprovado o aluno que tiver frequentado menos de setenta e cinco por cento das aulas dadas, excetuados os casos previstos na legislação vigente.

Art. 80. No caso dos Seminários de Pesquisa e Seminários Gerais, considera-se insatisfatório o aluno que tiver frequentado menos de cinco encontros, excetuados os casos previstos na legislação vigente. 

Art. 81. O aluno que for reprovado ou obtiver conceito insatisfatório por duas vezes é automaticamente desligado do curso, inclusive em caso de uma reprovação e um conceito insatisfatório, quer na mesma disciplina/seminário, quer em disciplinas/seminários distintos. 

§ 1 º O aluno que obtiver reprovação ou conceito insatisfatório em qualquer disciplina obrigatória ou seminário deve repeti-lo. Nesse caso, é atribuído o resultado final obtido posteriormente, devendo, entretanto, a nota ou conceito anterior constar para efeito do desligamento a que se refere o caput deste artigo. 

§ 2 º O aluno que obtiver reprovação em qualquer disciplina eletiva pode repetila, dependendo da oferta, ou cursar outra disciplina, conforme estrutura curricular exigida para seu curso. Em ambos os casos, a nota anterior deve constar para efeito do desligamento a que se refere o caput deste artigo. 

§ 3 º Não entram neste cômputo os resultados dos exames de nivelamento e das disciplinas cursadas em outra instituição/programa. 

AAtualizado em: 26/04/18.

Requisitos para Admissão

O processo seletivo terá duas fases:

1ª FASE – Teste (ANPAD ou GMAT) e Análise de Documentos. 

A primeira fase será qualitativa e levará em consideração os resultados dos candidatos no Teste ANPAD ou GMAT, quando for o caso (ver item sobre Testes, do Manual do Candidato que consta na aba “Manual e Edital” do site www.fgv.br/processoseletivo/cdae e análise de documentos.

A Banca Examinadora avaliará os candidatos por meio da documentação apresentada (incluindo resultado do teste, quando for o caso) e decidirá quais candidatos deverão ser convocados para entrevista, estando os demais desclassificados do processo seletivo.

A Banca Examinadora somente analisará a documentação dos candidatos que enviarem a documentação completa e o resultado de um dos testes (quando for o caso), nos moldes e prazos estabelecidos no Manual do Candidato.

Na data prevista para divulgação, conforme informado no cronograma do Manual do Candidato, o candidato deverá verificar se foi convocado para entrevista e, em caso afirmativo, consultar a data, local e horário agendado para sua entrevista.

As listas dos candidatos convocados para participar da fase de entrevistas serão divulgadas no site www.fgv.br/processoseletivo/cdae , nos prazos estabelecidos no Manual do Candidato.

Importante: Durante o Processo Seletivo, a Banca Examinadora pode encaminhar para entrevista por uma outra Banca um candidato que possua perfil ajustado a outra Linha de Pesquisa ou Programa.

2ª FASE - Entrevista Pessoal.

Os candidatos aprovados na fase de análise de documentos deverão submeter-se à entrevista pessoal com a Banca Examinadora, nas datas estabelecidas no Manual do Candidato que consta na aba “Manual e Edital” do site www.fgv.br/processoseletivo/cdae.

Candidato residente no exterior: as Bancas providenciarão alternativas para entrevistas a distância, devendo o candidato comprovar obrigatoriamente o local de sua residência.

Importante: Leitura em inglês é um requisito básico para cursar qualquer um dos Programas do Mestrado e Doutorado da FGV-EAESP. 

Atualizado em: 26/04/18.

Recursos Disponíveis (infraestrutura para o curso)

LABORATÓRIOS

O Laboratório de Ensino e Pesquisa em Informática (LEPI) é composto por um conjunto de instalações equipadas com modernos recursos de microinformática, com acesso à rede local, aos sistemas acadêmicos da Escola e à Internet, além de estarem disponíveis aos alunos para utilização em pesquisas, trabalhos e estudos.

Os laboratórios também são utilizados em aulas práticas, exercícios de simulação, jogos, trabalhos em grupo, aplicação de provas via rede, conteúdo EAD e outras aplicações em que a rede de computadores desempenha papel relevante para o aprendizado. Os laboratórios oferecem aos professores apoio para a preparação de material didático e acesso aos recursos multimídia para uso em aulas, sendo ainda utilizados em cursos de informática para alunos, professores e funcionários das Escolas, bem como para desenvolvimento de outras atividades voltadas ao ensino.

A unidade 9 de julho (EAESP) conta com 266 equipamentos instalados nos Laboratórios de Ensino e Pesquisa e 41 equipamentos instalados nas salas de estudo, totalizando 307 computadores. As atualizações de hardware são realizadas de acordo com a demanda dos softwares utilizados em aulas e conforme novas versões disponibilizadas pelos fabricantes.

Os ambientes de aprendizado disponíveis para acesso aos computadores são os seguintes:

  • 501: 46 computadores, 105,49 m² (Patrocinado pelo Banco Bradesco);
  • 502: 46 computadores, 91 m²;
  • 503: 37 computadores, 91 m²;
  • 504: 57 computadores, 152,26 m²;
  • 506: 34 computadores, 84,30 m²;
  • 507: 46 computadores, 87,76 m².

 

SALAS DE ESTUDO

  • Biblioteca - 1º subsolo: 09 computadores, 80,48 m²;
  • Biblioteca - 2º Subsolo: 19 computadores, 107,74 m²;
  • Biblioteca - 3º andar (especifico para alunos de pós-graduação, mestrado e doutorado): 13 computadores, 23,45 m².

 

SALAS DE AULA

As salas de aula da FGV EAESP são equipadas com equipamentos multimídia, acesso à internet e instalações confortáveis para tornar o aprendizado dinâmico e agradável. Há também salas de aula patrocinadas, que utilizam equipamentos e recursos patrocinados por empresas parceiras em troca de visibilidade de suas marcas para o universo de alunos e colaboradores.

RECURSOS TECNOLÓGICOS

Conta de acesso integrada – A FGV disponibiliza aos alunos um usuário que viabiliza acesso a todas as aplicações e ferramentas de uso acadêmico. São elas:

  • Acesso à rede Wireless;
  • Aluno Online (Informações gerais aos alunos);
  • Eclass (ambiente de sala de aula virtual);
  • Papercut (sistema de impressão);
  • Pesquisa em base de dados (artigos, periódicos, livros, revistas e entre outros conteúdos);
  • Acesso aos computadores e intranet;
  • Office 365.

 

Para mais informações, acesse o portal de recursos de tecnologia da informação e comunicação, destinado aos alunos: https://alunos.tic.fgv.br

 

LINKS DE COMUNICAÇÃO

  • O acesso à intranet, aplicações ou sistemas da própria FGV é feito através de 02 links “lan-to-lan” de 100Mb cada, interligando FGV ao Datacenter, atuando em paralelo de forma balanceada. (Links: Century Link e Embratel)
  • O acesso à internet nos laboratórios, bem como todo acesso proveniente da rede wireless é feito através de 02 links de 300Mb cada, atuando em paralelo de forma balanceada. (Links: Century Link e FAPESP)

 

BIBLIOTECA: 

A Biblioteca Karl A. Boedecker (BKAB) é uma biblioteca universitária integrante do Sistema de Bibliotecas FGV, de cujo Sistema fazem parte também a Biblioteca Mario Henrique Simonsen - BMHS, Biblioteca de Brasília e Biblioteca Digital FGV.

A BKAB foi criada em 1954 com o objetivo de fornecer apoio bibliográfico às atividades de ensino e pesquisa desenvolvidas pela FGV-EAESP. Em 2005, a BKAB passou a atender às escolas FGV-EESP e FGV-DIREITO SP, criadas no mesmo ano.

A Biblioteca possui acervo especializado nas áreas de Administração, Economia, Negócios, Direito e Ciências Sociais, composto por livros, ebooks, revistas, teses e dissertações, dvds , além  assinar inúmeras bases de dados com acesso a textos completos de artigos de revistas, informações econômicas, financeiras e legais. A BKAB disponibiliza aos usuários salas de estudo individual e em grupo, terminais de consulta ao seu catálogo, pesquisas na internet e bases de dados. Possui uma área total construída de 2.198,15 m², tendo uma extensão da biblioteca no prédio onde está instalada a FGV DIREITO SP.

Estatísticas das bliliotecas da FGV 

Biblioteca em números.

Para mais informações sobre a biblioteca Karl A. Boedecker, clique aqui 

Atualizado em: 31/01/19.

Matriz Curricular

Para acessar a matriz curricular do curso (1º semestre de 2.017), clique aqui.

Para acessar a matriz curricular do curso (2º semestre de 2.017), clique aqui

Para acessar a matriz curricular do curso (1º semestre de 2.018), clique aqui

Para acessar a matriz curricular do curso (2º semestre de 2.018), clique aqui

Para acessar a matriz curricular do curso de doutorado em administração de empresas - linha de pesquisa competitividade e gestão (1º semestre de 2.018), clique aqui

Para acessar a matriz curricular do curso de doutorado em administração de empresas - linha de pesquisa competitividade e gestão (2º semestre de 2.018), clique aqui

Atualizado em: 26/07/18.

Corpo Docente do Curso

Para acessar a relação de professores que compõem o corpo docente do curso, área de atuação, titulação, qualificação, tempo de casa e tempo de profissão não acadêmica, clique aqui.

Atualizado em: 26/04/18.