Doing Business in Brazil

The DBB (Doing Business in Brazil) program is offered since 2001 and is aimed at providing a view of the political, economic and social aspects of Brazil to professionals, executives and academia connected to foreign schools, who are interested in the Brazilian market.

Up to July 2009, 41 DBB courses were held for many schools abroad. DBB courses are tailored according to the needs of the contracting school; courses last between one and two weeks with a total of 20 to 40 hours duration. Courses normally include a set of presentations made by FGV/EAESP professors or guests, a city tour of São Paulo, with a bilingual guide, visits to Brazilian companies, lectures etc.

Some of the topics addressed by the professors during the DBB courses are: Brazilian Culture, History of Latin America, Legal Aspects of Doing Business Brazil, Economy Aspects in Latin America. The program, classes, professors, visits, and social and cultural activities are evaluated by students and these evaluations are used to improve the courses.

Accommodation
Admission Requirements
Course Structure
Course Content
Exchange Partner Institutions
Faculty
Program Fee
Frequently Asked Questions

Doing Business in Brazil

FGV/EAESP is proud to launch the 14th session of its pioneering, two-week long program Doing Business in Brazil (DBB) for graduate students and international executives. The success of our DBB Program is guaranteed by valuable past experience an by a seasoned and highly qualified faculty.

With an easy-to-complete application process, classes in English, company tours, extra-curricular activities, and personalized assistance from our staff, this extremely "user-friendly" program also provides transferable credits for academic purposes. 

International Relations Office
Av. 9 de Julho, 2029 - 3rd floor
01313-902 São Paulo, SP - Brazil
Phone: + 55-11-3799-7946
Fax: + 55-11-3285-4705
Email: dbb@fgv.br e georges.dafas@fgv.br

Estrutura FGV EAESP

Conheça espaços como auditórios, salas de aula inovadoras e Biblioteca.
Auditório FGV 9 de Julho

Espaço para 309 pessoas além de 6 posições de cadeirantes, o Auditório FGV 9 de Julho recebe cerca de 80 eventos por ano e é estruturado com camarim, climatização central, palco, cabine para tradução simultânea e saguão de entrada com estrutura para coffee break e capacidade para até 160 convidados. Aberto de 6h às 22h (segunda a sexta-feira) e de 6h às 18h (sábados).

Sala FGV 9 de Julho

Eventos de menor porte são realizados na Sala FGV 9 de Julho, que comporta 88 pessoas e mesa diretora para até 6 pessoas. Possui camarim, climatização central, acessibilidade e hall de entrada que pode ser usado para coffee breaks com até 50 pessoas em pé. Aberto de 6h às 22h (segunda a sexta-feira) e de 6h às 18h (sábados).

Biblioteca

A Biblioteca Karl A. Boedecker (BKAB) faz parte do Sistema de Bibliotecas FGV e possui acervo nas áreas de Administração, Economia, Negócios, Direito e Ciências Sociais, incluindo livros, e-books, revistas, teses, dissertações e DVDs, além de acesso a bases de dados com artigos de revistas, informações econômicas, financeiras e legais. Dispõe de salas de estudo individual e em grupo e terminais de consulta. No site da Biblioteca é possível acessar a lista de serviços, recursos disponíveis e horários de atendimento.

Livraria

A Livraria FGV é especializada em livros nacionais e importados de Negócios, Administração, Economia e Direito. Alunos, professores e ex-alunos contam com condições especiais, além de poderem fazer encomendas de livros de quaisquer assuntos. A Livraria FGV funciona de 9h às 21h (segunda a sexta-feira) e das 10h às 14h (sábados).

Salas de aula

As salas de aula da FGV EAESP são equipadas com equipamentos multimídia, acesso à internet e instalações confortáveis para tornar o aprendizado dinâmico e agradável. Há também salas de aula patrocinadas, que utilizam equipamentos e recursos patrocinados por empresas parceiras em troca de visibilidade de suas marcas para o universo de alunos e colaboradores.

Salão Nobre

Sofisticado espaço para eventos, comporta até 150 pessoas sentadas e 3 mesas diretoras para até 7 pessoas. A infraestrutura inclui copa e elevador de acesso para pessoas com dificuldade de locomoção. O Salão Nobre funciona de 6h às 23h (segunda a sexta-feira) e das 6h às 18h (sábados).

CoLab

Espaço inovador criado para realização de atividades acadêmicas, o CoLab tem conceito moderno e diferenciado para aprendizado baseado em metodologias colaborativas e voltadas para a ação. Tem como princípios empatia, foco no ser humano e compartilhamento de responsabilidades.

Quadra Poliesportiva

A quadra poliesportiva é também um ponto de encontro dos alunos. Além de ser palco de eventos esportivos como campeonatos de futebol de salão e basquete. A Administração da quadra é realizada pela Atlética, Entidade Estudantil formada por alunos da EAESP.

Lounge Térreo EAESP

Espaço disponível para alunos da pós-graduação. Também utilizado como suporte para coffee breaks de eventos. Comporta até 70 pessoas em pé e possui acessibilidade.

Espaço de convivência

Situado na entrada principal da Rua Itapeva, a Escola conta com amplo espaço aberto para interação entre os alunos e colaboradores.

Descrição geral das instalações

Sediada na Avenida 9 de Julho, no bairro da Bela Vista, em São Paulo, a FGV EAESP compõe-se de um edifício-sede de 12 andares, do prédio da Biblioteca Karl A. Boedecker e do Auditório Getulio Vargas, além de uma quadra poliesportiva e de dois prédios anexos, localizados na Rua Itapeva, 432. As salas de aula, as salas de videoconferência e os laboratórios de informática e sistemas integrados, todos patrocinados, estão situados nos vários edifícios da FGV SP.

A administração da Escola, os departamentos acadêmicos e a maioria dos departamentos administrativos, o Salão Nobre, a Livraria Prefeito Faria Lima e o Diretório Acadêmico Getulio Vargas ocupam também o edifício-sede, assim como o espaço de convivência dos professores, o ambulatório médico, 2 restaurantes e 2 lanchonetes. Os prédios anexos abrigam, além de alguns departamentos administrativos, entidades estudantis como a Aiesec, Empresas Juniores, Associação Atlética e Associação dos Funcionários.