Plano do curso

Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Economia

    O curso procura passar pelos principais fundamentos de microeconomia desde os seus blocos básicos (teoria do consumidor e teoria da firma) até questões mais complexas que envolvem o equilíbrio geral e o bem estar social. O curso se concentra em questões cruciais para estudantes de administração pública e governo deixando de lado, portanto, outras questões que têm menos relevância para essa área em específico. Assim, o curso entra em externalidades em geral e bens públicos em particular. A opção por incluir bem estar social também faz parte desse enfoque em políticas públicas dada a relevância dessa análise para a área.

     

    O curso procura passar pelos principais fundamentos de microeconomia desde os seus blocos básicos (teoria do consumidor e teoria da firma) até questões mais complexas que envolvem o equilíbrio geral e o bem estar social. O curso se concentra em questões cruciais para estudantes de administração pública e governo deixando de lado, portanto, outras questões que têm menos relevância para essa área em específico. Assim, o curso entra em externalidades em geral e bens públicos em particular. A opção por incluir bem estar social também faz parte desse enfoque em políticas públicas dada a relevância dessa análise para a área.

     

    Carga horária
    30h
    • Ciro Biderman

      Ciro Biderman

      Ciro Biderman é professor dos cursos de graduação e pós-graduação em administração pública e economia da Fundação Getulio...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Economia de Empresas - FGV EAESP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2001
  • Teoria Política

    A disciplina visa discutir conceitos e temas centrais da teoria política a partir da leitura de autores clássicos, procurando sempre relacionar essa discussão com questões contemporâneas envolvendo a administração pública e governo. Serão também apresentadas as principais correntes da teoria política contemporânea, mostrando seus limites e possibilidades.

    A disciplina visa discutir conceitos e temas centrais da teoria política a partir da leitura de autores clássicos, procurando sempre relacionar essa discussão com questões contemporâneas envolvendo a administração pública e governo. Serão também apresentadas as principais correntes da teoria política contemporânea, mostrando seus limites e possibilidades.

    Carga horária
    30h
    • Eduardo José Grin

      Pesquisador do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg). Doutor em Administração Pública e...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Administração Pública e Governo pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2017
  • Gestão de Organizações Públicas

    A disciplina apresentará aos alunos os principais conceitos e abordagens analíticas a respeito da gestão organizacional. A primeira parte da disciplina discutirá a construção histórica do campo de análise organizacional considerando suas principais escolas e conceitos mobilizados. A segunda parte do curso apresentará alguns dos temas contemporâneos de análise organizacional no campo da administração pública, englobando a relação entre organizações e políticas públicas; organizações e instituições públicas; organizações e implementação de políticas; atores organizacionais; autonomia e insulamento organizacional.

    A disciplina apresentará aos alunos os principais conceitos e abordagens analíticas a respeito da gestão organizacional. A primeira parte da disciplina discutirá a construção histórica do campo de análise organizacional considerando suas principais escolas e conceitos mobilizados. A segunda parte do curso apresentará alguns dos temas contemporâneos de análise organizacional no campo da administração pública, englobando a relação entre organizações e políticas públicas; organizações e instituições públicas; organizações e implementação de políticas; atores organizacionais; autonomia e insulamento organizacional.

    Carga horária
    30h
    • Gabriela Spanghero Lotta

      Gabriela Spanghero Lotta

      Professora e pesquisadora de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGV) e professora visitante de Oxford...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutora em Ciência Política - FFLCH USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
  • Metodologia Científica

    Essa disciplina tem por objetivo apresentar os fundamentos básicos para elaboração de projetos de pesquisa no campo da administração pública e governo. Trata-se de uma disciplina introdutória, que apresenta uma visão geral da metodologia científica, métodos de pesquisa qualitativa e quantitativa, bem como desenho de pesquisa e análise de dados. Além disso, serão abordados temas como potencial de replicabilidade, questões éticas em estudos que envolvem seres humanos e bancos de dados anonimizados (ou não), disseminação científica.

    Essa disciplina tem por objetivo apresentar os fundamentos básicos para elaboração de projetos de pesquisa no campo da administração pública e governo. Trata-se de uma disciplina introdutória, que apresenta uma visão geral da metodologia científica, métodos de pesquisa qualitativa e quantitativa, bem como desenho de pesquisa e análise de dados. Além disso, serão abordados temas como potencial de replicabilidade, questões éticas em estudos que envolvem seres humanos e bancos de dados anonimizados (ou não), disseminação científica.

    Carga horária
    30h
    • Elize Massard da Fonseca

      Elize Massard da Fonseca

      Doutora em Política Social pela University of Edinburgh, Reino Unido (2011). Possui também Doutorado em Saúde Pública (2008) e...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutora em Política Social pela University of Edinburgh, Reino Unido
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
  • Políticas Públicas

    A disciplina expõe e discute os seguintes temas: conceito de política pública; campo de política pública e campo de públicas; teorias de política pública; ciclo de política pública; transversalidade e intersetorialidade; relações intergovernamentais. Discute, com base nesses referenciais, políticas setoriais e transversais.

    A disciplina expõe e discute os seguintes temas: conceito de política pública; campo de política pública e campo de públicas; teorias de política pública; ciclo de política pública; transversalidade e intersetorialidade; relações intergovernamentais. Discute, com base nesses referenciais, políticas setoriais e transversais.

    Carga horária
    30h
    • Marta Ferreira Santos Farah

      Marta Ferreira Santos Farah

      Professora integrante do Colegiado do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutora em Sociologia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1990
  • Research Project*

    This course aims to present the foundations of research design and skills for preparing a research project. It is a mandatory and introductory discipline, which will present an overview of scientific methodologies, starting with epistemology and covering different phases of research design, such as research question and theoretical gaps identification, literature review, qualitative and quantitative research methods, as well as data collection and analysis. In addition, we will address other topics such as the potential for replicability, ethical issues in quantitative and qualitative methods, databases, and scientific dissemination. 

    *Disciplina ministrada em inglês

    This course aims to present the foundations of research design and skills for preparing a research project. It is a mandatory and introductory discipline, which will present an overview of scientific methodologies, starting with epistemology and covering different phases of research design, such as research question and theoretical gaps identification, literature review, qualitative and quantitative research methods, as well as data collection and analysis. In addition, we will address other topics such as the potential for replicability, ethical issues in quantitative and qualitative methods, databases, and scientific dissemination. 

    *Disciplina ministrada em inglês

    Carga horária
    30h
    • Elize Massard da Fonseca

      Elize Massard da Fonseca

      Doutora em Política Social pela University of Edinburgh, Reino Unido (2011). Possui também Doutorado em Saúde Pública (2008) e...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutora em Política Social pela University of Edinburgh, Reino Unido
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
    • Priscila Laczynski de Souza Miguel

      Priscila Laczynski de Souza Miguel

      Graduada em Engenharia Química pela Universidade Estadual de Campinas (1995), possui mestrado e doutorado em Administração de...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutora em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2011
Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Estado, Desenvolvimento e Capitalismo

    O objetivo da disciplina é levar os alunos a entender o Estado, nele, o aparelho do Estado ou administração pública como inseridos historicamente no capitalismo e com um papel fundamental para o desenvolvimento econômico do país.

    No início cada uma das duas aulas diárias o professor fará uma preleção sobre o tema, e, em seguida, na primeira parte da aula será discutido o primeiro texto de leitura obrigatória, ficando o segundo para a segunda parte. Cada aluno deverá trazer seu notebook ou seu tablete com as leituras obrigatórias da respectiva aula devidamente anotadas para discussão em classe. Será interessante que planejem perguntas para o professor no final da primeira parte da aula.

    O objetivo da disciplina é levar os alunos a entender o Estado, nele, o aparelho do Estado ou administração pública como inseridos historicamente no capitalismo e com um papel fundamental para o desenvolvimento econômico do país.

    No início cada uma das duas aulas diárias o professor fará uma preleção sobre o tema, e, em seguida, na primeira parte da aula será discutido o primeiro texto de leitura obrigatória, ficando o segundo para a segunda parte. Cada aluno deverá trazer seu notebook ou seu tablete com as leituras obrigatórias da respectiva aula devidamente anotadas para discussão em classe. Será interessante que planejem perguntas para o professor no final da primeira parte da aula.

    Carga horária
    30h
    • Luiz Carlos Bresser Gonçalves Pereira

      Luiz Carlos Bresser Gonçalves Pereira

      Diretor do Centro de Estudos do Novo Desenvolvimentismo da Fundação Getulio Vargas (FGVcnd). Doutor em Economia pela Faculdade de Economia,...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Ciências Econômicas pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1959
  • Pós-desenvolvimento e Inovação Social

    Desenvolvimento e inovação social representam hoje duas dimensões importantes da formação dos estudantes em administração pública. Este seminário tem como objetivo unir estes dois temas através de uma abordagem crítica e reflexiva que visa discutir alternativas ao desenvolvimento ‘ocidental’, incluindo correntes como o pós-desenvolvimento, o buen vivir, as abordagens ancoradas na crise ambiental e nas visões indígenas, pós-extrativismo, o paradigma da grande transição, a política dos comuns e outras.

    Desenvolvimento e inovação social representam hoje duas dimensões importantes da formação dos estudantes em administração pública. Este seminário tem como objetivo unir estes dois temas através de uma abordagem crítica e reflexiva que visa discutir alternativas ao desenvolvimento ‘ocidental’, incluindo correntes como o pós-desenvolvimento, o buen vivir, as abordagens ancoradas na crise ambiental e nas visões indígenas, pós-extrativismo, o paradigma da grande transição, a política dos comuns e outras.

    Carga horária
    30h
    • Marlei Pozzebon

      Marlei Pozzebon

      Ph.D. em Management pela McGill University (Canadá). Associate Professor do  Department of International Business da HEC Montreal (Canadá). Member...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutora em Administração de Empresas pela Universidade de Mcgill, Canadá
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2014
  • Economia Política

    Nos últimos anos houve uma aproximação entre economistas e cientistas políticos que passaram a compartilhar interesses substantivos e abordagens metodológicas. Na primeira parte do curso, os alunos devem aprender as ferramentas básicas que constituem a contribuição da economia para a Ciência Política comparada, ou seja, baseada em comparações entre países, estados, municípios, etc. Em seguida, os alunos devem começar a aplicar essas ferramentas para a análise da produção das políticas públicas como resultado de conflitos políticos.

    Nos últimos anos houve uma aproximação entre economistas e cientistas políticos que passaram a compartilhar interesses substantivos e abordagens metodológicas. Na primeira parte do curso, os alunos devem aprender as ferramentas básicas que constituem a contribuição da economia para a Ciência Política comparada, ou seja, baseada em comparações entre países, estados, municípios, etc. Em seguida, os alunos devem começar a aplicar essas ferramentas para a análise da produção das políticas públicas como resultado de conflitos políticos.

    Carga horária
    30h
    • George Avelino Filho

      George Avelino Filho

      Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1982), mestrado em Sociologia pela...

      Saiba mais
      Títulação
      PH.D em Ciência Política pela Universidade de Stanford
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1992
  • Teorias de Administração Pública

    Os paradigmas da Administração Pública; Burocracia; Planejamento Estratégico; Teoria da Racionalidade Limitada e Tomada de Decisão; Liderança e Motivação no Serviço Público; Novo Institucionalismo e Teoria da Dependência de Recursos; Análise do Desempenho de Organizações Públicas; Teoria da Agência e Teoria dos Stakeholders; Nova Gestão Pública e Novo Serviço Público; Governança no Serviço Público; Racionalidade Comunicativa.

    Os paradigmas da Administração Pública; Burocracia; Planejamento Estratégico; Teoria da Racionalidade Limitada e Tomada de Decisão; Liderança e Motivação no Serviço Público; Novo Institucionalismo e Teoria da Dependência de Recursos; Análise do Desempenho de Organizações Públicas; Teoria da Agência e Teoria dos Stakeholders; Nova Gestão Pública e Novo Serviço Público; Governança no Serviço Público; Racionalidade Comunicativa.

    Carga horária
    30h
    • Ricardo Corrêa Gomes

      Ricardo Corrêa Gomes

      Ricardo Corrêa Gomes é pós-doutor pela Georgia State University (2014), onde desenvolveu teorias sobre a importância do...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Gestão Pública pela Aston Business School
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2019
  • Macroeconomia do Desenvolvimento

    Análise da política macroeconômica e sua relação com: i) o processo de desenvolvimento econômico; ii) a estabilidade da inflação e, iii) a distribuição da renda. Ênfase no papel dos principais preços macroeconômicos (taxa de câmbio, de juros, de lucro, de salários e de inflação) nesse processo.

    Análise da política macroeconômica e sua relação com: i) o processo de desenvolvimento econômico; ii) a estabilidade da inflação e, iii) a distribuição da renda. Ênfase no papel dos principais preços macroeconômicos (taxa de câmbio, de juros, de lucro, de salários e de inflação) nesse processo.

    Carga horária
    30h
    • Nelson Marconi

      Nelson Marconi

      Coordenador executivo do Centro de Estudos do Novo Desenvolvimentismo da Fundação Getulio Vargas (FGVcnd). Doutor e Mestre em...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutorado em Economia de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
  • Advanced International Comparative Public Management

    This course examines advanced, international and comparative experiences of other countries in public management, notably leading and other practices from Asia-Pacific and North America. Couse objectives are to (1) understand how important challenges of public management and policy are addressed in other countries; (2) provide theoretical and research approaches to assist in the comparative study of public management and public policy; and (3) facilitate application of comparative/international experiences to specific settings and contexts (e.g., Brasil).

     

    This course examines advanced, international and comparative experiences of other countries in public management, notably leading and other practices from Asia-Pacific and North America. Couse objectives are to (1) understand how important challenges of public management and policy are addressed in other countries; (2) provide theoretical and research approaches to assist in the comparative study of public management and public policy; and (3) facilitate application of comparative/international experiences to specific settings and contexts (e.g., Brasil).

     

    Carga horária
    30h
    • Imagem do Evan Berman

      Evan Berman

      Professor Titular em Gestão Pública na FGV EAESP. Suas áreas de pesquisa são performance e gestão do setor público, gestão...

      Saiba mais
      Títulação
      Ph.D. em Políticas Públicas pela Universidade George Washington
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2020
  • Tecnologia e Governos

    O objetivo é discutir aspectos relevantes da gestão pública com o uso de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). O curso aborda a adoção, o uso e a difusão das tecnologias de informação e comunicação na gestão pública e na prestação de serviços ao cidadão; exclusão digital; transparência dados abertos e governo aberto; smart cities e smart governance, e ainda oficinas de construção de artigos. 

    O objetivo é discutir aspectos relevantes da gestão pública com o uso de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). O curso aborda a adoção, o uso e a difusão das tecnologias de informação e comunicação na gestão pública e na prestação de serviços ao cidadão; exclusão digital; transparência dados abertos e governo aberto; smart cities e smart governance, e ainda oficinas de construção de artigos. 

    Carga horária
    30h
    • Maria Alexandra Viegas Cortez da Cunha

      Maria Alexandra Viegas Cortez da Cunha

      Coordenadora da área de Tecnologias e Governos do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg)....

      Saiba mais
      Títulação
      Doutora em Administração pela Universidade de São Paulo
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2014
  • Acesso à saúde no século XXI – novos e velhos modelos

    A área da saúde é por definição um campo de atuação interdisciplinar, que tem por objetivo promover, recuperar e, acima de tudo, manter a saúde de uma população. Para isso, o Estado deveria desenvolver ações e fornece recursos, conforme o artigo 196 da Constituição de 1988. Os objetivos de desenvolvimento do milênio (ODS) se voltam à tentativa de melhorar a qualidade de vida dos indivíduos, até 2030. Entre estes, estão o ODS 3 – Saúde e Bem-estar e o ODS 10 – Redução de desigualdades. Para o objetivo de atingir saúde e bem-estar, a redução das desigualdades nas condições de vida e de acesso a serviços é fundamental. Cada vez mais se torna relevante a análise das e a interferência nas condições de vida, ou nos determinantes da saúde. A utilização de tecnologias, principalmente da informática, pode ser um avanço neste sentido, embora possa ser também uma maneira de ampliar o fosso entre as diferentes regiões. No Brasil a partir de 2023 haverá uma nova conformação do SUS, em função do que aconteceu durante o período em que a pandemia do COVID esteve mais aguda; a consideração de acesso terá que ser recolocada em foco.

    A área da saúde é por definição um campo de atuação interdisciplinar, que tem por objetivo promover, recuperar e, acima de tudo, manter a saúde de uma população. Para isso, o Estado deveria desenvolver ações e fornece recursos, conforme o artigo 196 da Constituição de 1988. Os objetivos de desenvolvimento do milênio (ODS) se voltam à tentativa de melhorar a qualidade de vida dos indivíduos, até 2030. Entre estes, estão o ODS 3 – Saúde e Bem-estar e o ODS 10 – Redução de desigualdades. Para o objetivo de atingir saúde e bem-estar, a redução das desigualdades nas condições de vida e de acesso a serviços é fundamental. Cada vez mais se torna relevante a análise das e a interferência nas condições de vida, ou nos determinantes da saúde. A utilização de tecnologias, principalmente da informática, pode ser um avanço neste sentido, embora possa ser também uma maneira de ampliar o fosso entre as diferentes regiões. No Brasil a partir de 2023 haverá uma nova conformação do SUS, em função do que aconteceu durante o período em que a pandemia do COVID esteve mais aguda; a consideração de acesso terá que ser recolocada em foco.

    Carga horária
    30h
    • Ana Maria Malik

      Médica pela Faculdade de Medicina da USP (1978), Mestre em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas - SP (1983) e...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutora em Medicina pela Universidade de São Paulo
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
  • Análise de implementação de políticas e do papel das burocracias

    O curso tem como objetivo introduzir aos alunos a literatura sobre implementação de políticas públicas e o papel das burocracias estatais na implementação. A partir de uma análise dos principais modelos teóricos e analíticos, o curso permitirá aos alunos desenvolver capacidade para realizar análise da implementação das políticas e compreender como burocratas atuam.

    O curso tem como objetivo introduzir aos alunos a literatura sobre implementação de políticas públicas e o papel das burocracias estatais na implementação. A partir de uma análise dos principais modelos teóricos e analíticos, o curso permitirá aos alunos desenvolver capacidade para realizar análise da implementação das políticas e compreender como burocratas atuam.

    Carga horária
    30h
    • Gabriela Spanghero Lotta

      Gabriela Spanghero Lotta

      Professora e pesquisadora de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGV) e professora visitante de Oxford...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutora em Ciência Política - FFLCH USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
  • Estado, Interesses Organizados e Política Pública

    O curso será desenvolvido com base em abordagens sobre economia política e como grupos de interesses e empresas se articulam ao redor do Estado e políticas governamentais. Este é um campo de estudo interdisciplinar entre ciência política, economia e administração pública que busca analisar como atores políticos se organizam para influenciar decisões governamentais e as políticas públicas que daí decorrem. Embora haja acordo sobre o objeto de estudo, muitas são as teorias que se propõem a analisar esse processo. Nesse sentido, busca-se oportunizar o conhecimento desses distintos enfoques como forma de ampliar as possibilidades analíticas da ação organizada de grupos de interesse e empresas.

    O curso será desenvolvido com base em abordagens sobre economia política e como grupos de interesses e empresas se articulam ao redor do Estado e políticas governamentais. Este é um campo de estudo interdisciplinar entre ciência política, economia e administração pública que busca analisar como atores políticos se organizam para influenciar decisões governamentais e as políticas públicas que daí decorrem. Embora haja acordo sobre o objeto de estudo, muitas são as teorias que se propõem a analisar esse processo. Nesse sentido, busca-se oportunizar o conhecimento desses distintos enfoques como forma de ampliar as possibilidades analíticas da ação organizada de grupos de interesse e empresas.

    Carga horária
    30h
    • Eduardo José Grin

      Pesquisador do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg). Doutor em Administração Pública e...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Administração Pública e Governo pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2017
    • Títulação
      Doutor em Economia de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2004
  • Federalismo E Políticas Públicas

    O curso vai analisar a relação entre o federalismo e as políticas públicas sob três perspectivas. A primeira é conceitual, estudando o conceito de Federação e seus impactos nas políticas públicas, seja do ponto de vista teórico, seja do ponto de vista da experiência internacional comparada. Em segundo lugar, será analisada a intersecção da temática federativa com a construção de um Estado de Bem-Estar Social no Brasil, começando com a apresentação de um panorama histórico mais amplo e centrando o foco nas mudanças ocorridas especialmente a partir da Constituição de 1988. Por fim, serão discutidos alguns setores governamentais específicos, como Educação, Saúde, Assistência Social, Meio Ambiente, entre os principais, para mostrar como a dinâmica intergovernamental é uma peça-chave para entender o funcionamento e os resultados da Administração Pública brasileira.

    O curso vai analisar a relação entre o federalismo e as políticas públicas sob três perspectivas. A primeira é conceitual, estudando o conceito de Federação e seus impactos nas políticas públicas, seja do ponto de vista teórico, seja do ponto de vista da experiência internacional comparada. Em segundo lugar, será analisada a intersecção da temática federativa com a construção de um Estado de Bem-Estar Social no Brasil, começando com a apresentação de um panorama histórico mais amplo e centrando o foco nas mudanças ocorridas especialmente a partir da Constituição de 1988. Por fim, serão discutidos alguns setores governamentais específicos, como Educação, Saúde, Assistência Social, Meio Ambiente, entre os principais, para mostrar como a dinâmica intergovernamental é uma peça-chave para entender o funcionamento e os resultados da Administração Pública brasileira.

    Carga horária
    30h
    • Fernando Luiz Abrucio

      Fernando Luiz Abrucio

      Coordenador da área de Educação do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg)....

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Ciência Política pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1985
  • Tópicos de Política Comparada

    Através da análise de algumas das principais instituições, o objetivo da disciplina é avançar no conhecimento dos alunos sobre o funcionamento das instituições políticas democráticas de forma a aumentar a compreensão dos alunos sobre o funcionamento e as consequências dos diferentes tipos de instituições.

     

    Através da análise de algumas das principais instituições, o objetivo da disciplina é avançar no conhecimento dos alunos sobre o funcionamento das instituições políticas democráticas de forma a aumentar a compreensão dos alunos sobre o funcionamento e as consequências dos diferentes tipos de instituições.

     

    Carga horária
    30h
    • Claudio Goncalves Couto

      Claudio Goncalves Couto

      Coordenador do Mestrado Profissional em Gestão e Políticas Públicas (MPGPP) da EAESP-FGV. Graduado em Ciências Sociais (1991),...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2007
    • George Avelino Filho

      George Avelino Filho

      Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1982), mestrado em Sociologia pela...

      Saiba mais
      Títulação
      PH.D em Ciência Política pela Universidade de Stanford
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1992
  • Avaliação de Políticas Públicas

    A disciplina tem por objetivo capacitar os/as alunos/as em conceitos e instrumentos necessários para a condução de pesquisa aplicada em nível profissional em avaliação de impacto de políticas públicas. O curso está organizado em aulas expositivas sobre teoria e técnicas quantitativas através de solução de casos aplicados à avaliação de políticas públicas no Brasil e no mundo, bem como em leitura e discussão de artigos acadêmicos empíricos. Também discutiremos as etapas de um ciclo de pesquisa empírica, desde a concepção de projetos de pesquisa em avaliação de políticas públicas até o ciclo de publicação acadêmica. Haverá inclusive oportunidades para a discussão/mentoria de projetos de pesquisa/tese.

    A disciplina tem por objetivo capacitar os/as alunos/as em conceitos e instrumentos necessários para a condução de pesquisa aplicada em nível profissional em avaliação de impacto de políticas públicas. O curso está organizado em aulas expositivas sobre teoria e técnicas quantitativas através de solução de casos aplicados à avaliação de políticas públicas no Brasil e no mundo, bem como em leitura e discussão de artigos acadêmicos empíricos. Também discutiremos as etapas de um ciclo de pesquisa empírica, desde a concepção de projetos de pesquisa em avaliação de políticas públicas até o ciclo de publicação acadêmica. Haverá inclusive oportunidades para a discussão/mentoria de projetos de pesquisa/tese.

    Carga horária
    30h
    • Rudi Rocha de Castro

      Rudi Rocha

      Rudi Rocha possui graduação e mestrado em economia pela UFRJ, e doutorado em economia pela PUC-Rio (2011, vencedor do prêmio...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Economia pela Pontificia Universidade Catolica do Rio de Janeiro
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
  • Information Technology & Sustainability

    A relação entre tecnologia e sustentabilidade tem sido cada vez mais paradoxal em nosso século. Se por um lado o desenvolvimento tecnológico trouxe grandes avanços na qualidade de vida e produtividade em muitas regiões do mundo, por outro, sua onipresença em todas as esferas da vida humana e os diferentes níveis de penetração em diferentes áreas também tem sido uma  fonte de tensões e críticas. Pesquisas recentes em TIC - tecnologias de informação e comunicação - apontam para uma contribuição positiva dessas tecnologias para o desenvolvimento sustentável, em particular o seu necessário alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, em diversas áreas de atuação, como o combate à pobreza. e as desigualdades, melhoria na saúde, educação, emprego e muitos outros tópicos. O efeito positivo é principalmente através do aumento do acesso à informação e redução dos custos de comunicação. A Internet e os telefones celulares têm grande potencial para melhorar os sistemas de saúde e educação e combater as desigualdades regionais e sociais, bem como proteger o meio ambiente. No entanto, esses benefícios não estão sendo plenamente realizados por uma série de razões, que podem ser analisadas sob diferentes perspectivas. Neste curso interdisciplinar, discutimos os diferentes papéis que as TIC podem desempenhar para o desenvolvimento sustentável. O foco é o cenário brasileiro, mas durante o curso serão amplamente discutidos exemplos de outras culturas e territórios. Esse tema, que já foi conhecido internacionalmente como TIC for Good (alinhamento das Tecnologias da Informação e Comunicação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), produziu extensa bibliografia que será amplamente utilizada durante o curso.

    A relação entre tecnologia e sustentabilidade tem sido cada vez mais paradoxal em nosso século. Se por um lado o desenvolvimento tecnológico trouxe grandes avanços na qualidade de vida e produtividade em muitas regiões do mundo, por outro, sua onipresença em todas as esferas da vida humana e os diferentes níveis de penetração em diferentes áreas também tem sido uma  fonte de tensões e críticas. Pesquisas recentes em TIC - tecnologias de informação e comunicação - apontam para uma contribuição positiva dessas tecnologias para o desenvolvimento sustentável, em particular o seu necessário alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, em diversas áreas de atuação, como o combate à pobreza. e as desigualdades, melhoria na saúde, educação, emprego e muitos outros tópicos. O efeito positivo é principalmente através do aumento do acesso à informação e redução dos custos de comunicação. A Internet e os telefones celulares têm grande potencial para melhorar os sistemas de saúde e educação e combater as desigualdades regionais e sociais, bem como proteger o meio ambiente. No entanto, esses benefícios não estão sendo plenamente realizados por uma série de razões, que podem ser analisadas sob diferentes perspectivas. Neste curso interdisciplinar, discutimos os diferentes papéis que as TIC podem desempenhar para o desenvolvimento sustentável. O foco é o cenário brasileiro, mas durante o curso serão amplamente discutidos exemplos de outras culturas e territórios. Esse tema, que já foi conhecido internacionalmente como TIC for Good (alinhamento das Tecnologias da Informação e Comunicação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), produziu extensa bibliografia que será amplamente utilizada durante o curso.

    Carga horária
    30h
    • Eduardo Henrique Diniz

      Eduardo Henrique Diniz

      Pesquisador do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg). Formado em Engenharia Elétrica, com...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1999
  • Controles e Democracia: as instituições de controle sobre a Administração Pública Brasileira

    O debate sobre controle e democracia vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil. Inicialmente vinculado ao Direito (priorizando o campo da legalidade) e a Administração (na reflexão sobre eficiência), a conexão com democracia ganha relevo quando cientistas políticos e sociólogos passam a pesquisar as múltiplas formas de controle e a dialogar com as instituições e a separação de poderes. Buscando cobrir esse processo, faremos o seguinte percurso:

    1) debate sobre controle e suas múltiplas narrativas;

    2) controle e democracia;

    3) as instituições de controle sobre o governo (nosso foco central);

    4) ampliando o debate: transparência e accountabilitty fortalecendo os controles. 

    O debate sobre controle e democracia vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil. Inicialmente vinculado ao Direito (priorizando o campo da legalidade) e a Administração (na reflexão sobre eficiência), a conexão com democracia ganha relevo quando cientistas políticos e sociólogos passam a pesquisar as múltiplas formas de controle e a dialogar com as instituições e a separação de poderes. Buscando cobrir esse processo, faremos o seguinte percurso:

    1) debate sobre controle e suas múltiplas narrativas;

    2) controle e democracia;

    3) as instituições de controle sobre o governo (nosso foco central);

    4) ampliando o debate: transparência e accountabilitty fortalecendo os controles. 

    Carga horária
    30h
    • Marco Antonio Carvalho Teixeira

      Marco Antonio Carvalho Teixeira

      Pesquisador do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg). Possui mestrado em Ciências Sociais (...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Ciências Sociais: Política pela Pontifícia Universidade Católica, São Paulo
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2006
  • Tópicos Especiais em Regulação

    As instituições políticas são um conjunto de regras, incluindo normas informais ou expectativas compartilhadas que definem ou coordenam a interação dos agentes. Essa disciplina abordará as instituições políticas envolvidas na regulação de setores econômicos e sociais.  

    As instituições políticas são um conjunto de regras, incluindo normas informais ou expectativas compartilhadas que definem ou coordenam a interação dos agentes. Essa disciplina abordará as instituições políticas envolvidas na regulação de setores econômicos e sociais.  

    Carga horária
    30h
    • Elize Massard da Fonseca

      Elize Massard da Fonseca

      Doutora em Política Social pela University of Edinburgh, Reino Unido (2011). Possui também Doutorado em Saúde Pública (2008) e...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutora em Política Social pela University of Edinburgh, Reino Unido
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
  • Economia Urbana

    Nesse curso o aluno aprenderá os fundamentos de economia urbana. Iniciando pelo modelo canônico de equilíbrio entre custos de transportes e preço do solo, o aluno entenderá a lógica econômica por trás do comportamento dos indivíduos dentro das áreas urbanas e suas consequências para as cidades. A partir dessa base o curso pretende introduzir o aluno à análise de políticas públicas urbanas, mercado imobiliário e tributação local. Também elementos de economia dos transportes e economia do crime serão explorados de maneira introdutória. 

    Nesse curso o aluno aprenderá os fundamentos de economia urbana. Iniciando pelo modelo canônico de equilíbrio entre custos de transportes e preço do solo, o aluno entenderá a lógica econômica por trás do comportamento dos indivíduos dentro das áreas urbanas e suas consequências para as cidades. A partir dessa base o curso pretende introduzir o aluno à análise de políticas públicas urbanas, mercado imobiliário e tributação local. Também elementos de economia dos transportes e economia do crime serão explorados de maneira introdutória. 

    Carga horária
    30h
    • Ciro Biderman

      Ciro Biderman

      Ciro Biderman é professor dos cursos de graduação e pós-graduação em administração pública e economia da Fundação Getulio...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Economia de Empresas - FGV EAESP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2001
  • Public Sector Performance

    The objective of this course is to examine practices and strategies for achieving results and lifting the performance of public sector organizations. The course examines a range of effective practices for contemporary public managers, including results-based management, strategic management, digital government and other selected strategies, including change management strategies for public organizations. 

    *Disciplina em inglês

    The objective of this course is to examine practices and strategies for achieving results and lifting the performance of public sector organizations. The course examines a range of effective practices for contemporary public managers, including results-based management, strategic management, digital government and other selected strategies, including change management strategies for public organizations. 

    *Disciplina em inglês

    Carga horária
    30h
    • Imagem do Evan Berman

      Evan Berman

      Professor Titular em Gestão Pública na FGV EAESP. Suas áreas de pesquisa são performance e gestão do setor público, gestão...

      Saiba mais
      Títulação
      Ph.D. em Políticas Públicas pela Universidade George Washington
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2020
  • Focal topics in Information Systems

    Linha de pesquisa: Administração, Análise e Tecnologia da Informação 

    The relationship between technology and sustainability has been increasingly paradoxical in our century. If on one hand the technological development has brought great advances in the quality of life and productivity in many regions of the world, on the other hand its omnipresence in all spheres of human life and the different levels of penetration in different areas has also been a source of tensions and criticism. Recent research in the information systems (IS) field point to a positive contribution of ICT - information and communication technologies - for sustainable development, in particular its necessary alignment with the Sustainable Development Goals (SDGs) of the United Nations, in various areas of activities, such as fighting poverty and inequalities, improving health, education, employment and many other topics. The positive effect is mainly through increased access to information and reduction of communication costs. Internet and mobile phones have great potential for improving health and education systems and in fighting regional and social inequalities, as well as proctecting the environment.

    However these benefits are not being fully realized for a number of reasons of a different nature, which can be analyzed from different perspectives. In this interdisciplinary course we discuss the different roles that ICT can play to sustainable development. The focus is the Brazilian scenario, but during the course will be extensively discussed examples of other cultures and territories. This theme, which has already been internationally known as ICT for Good (alignment of Information and Communication Technologies with the Sustainable Development Goals), has produced extensive bibliography that will be widely used during the course.

    Linha de pesquisa: Administração, Análise e Tecnologia da Informação 

    The relationship between technology and sustainability has been increasingly paradoxical in our century. If on one hand the technological development has brought great advances in the quality of life and productivity in many regions of the world, on the other hand its omnipresence in all spheres of human life and the different levels of penetration in different areas has also been a source of tensions and criticism. Recent research in the information systems (IS) field point to a positive contribution of ICT - information and communication technologies - for sustainable development, in particular its necessary alignment with the Sustainable Development Goals (SDGs) of the United Nations, in various areas of activities, such as fighting poverty and inequalities, improving health, education, employment and many other topics. The positive effect is mainly through increased access to information and reduction of communication costs. Internet and mobile phones have great potential for improving health and education systems and in fighting regional and social inequalities, as well as proctecting the environment.

    However these benefits are not being fully realized for a number of reasons of a different nature, which can be analyzed from different perspectives. In this interdisciplinary course we discuss the different roles that ICT can play to sustainable development. The focus is the Brazilian scenario, but during the course will be extensively discussed examples of other cultures and territories. This theme, which has already been internationally known as ICT for Good (alignment of Information and Communication Technologies with the Sustainable Development Goals), has produced extensive bibliography that will be widely used during the course.

    Carga horária
    30h
    • Eduardo Henrique Diniz

      Eduardo Henrique Diniz

      Pesquisador do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg). Formado em Engenharia Elétrica, com...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1999
  • Civil Society and Nonprofit Organizations Management
    Carga horária
    30h
    • Mário Aquino Alves

      Mário Aquino Alves

      Professor integrante do Colegiado do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1998
  • Técnicas de Inferência Causal e Avaliação de Impacto

    Esta é uma disciplina de econometria aplicada e direcionada a capacitar os/as alunos/as em inferência causal e avaliação de impacto, com forte ênfase em aplicações utilizadas na prática acadêmica e em políticas públicas. O curso está organizado em aulas expositivas sobre técnicas quantitativas através de solução de casos aplicados à avaliação de políticas públicas no Brasil e no mundo, bem como em leitura e discussão de artigos acadêmicos empíricos. Também discutiremos as etapas de um ciclo de pesquisa empírica, desde a concepção de projetos de pesquisa em avaliação de políticas públicas até o ciclo de publicação acadêmica. Haverá inclusive oportunidades para a discussão/mentoria de projetos de pesquisa/tese.

    Esta é uma disciplina de econometria aplicada e direcionada a capacitar os/as alunos/as em inferência causal e avaliação de impacto, com forte ênfase em aplicações utilizadas na prática acadêmica e em políticas públicas. O curso está organizado em aulas expositivas sobre técnicas quantitativas através de solução de casos aplicados à avaliação de políticas públicas no Brasil e no mundo, bem como em leitura e discussão de artigos acadêmicos empíricos. Também discutiremos as etapas de um ciclo de pesquisa empírica, desde a concepção de projetos de pesquisa em avaliação de políticas públicas até o ciclo de publicação acadêmica. Haverá inclusive oportunidades para a discussão/mentoria de projetos de pesquisa/tese.

    Carga horária
    30h
    • Rudi Rocha de Castro

      Rudi Rocha

      Rudi Rocha possui graduação e mestrado em economia pela UFRJ, e doutorado em economia pela PUC-Rio (2011, vencedor do prêmio...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Economia pela Pontificia Universidade Catolica do Rio de Janeiro
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
  • Avaliação de Sistemas de Saúde

    Esta disciplina visa oferecer uma visão geral de modelos e métodos de pesquisa aplicados a avaliação de sistemas de saúde. Serão explorados modelos analíticos para comparar o histórico, organização e funcionamento de sistemas de saúde, proporcionando discussões sobre desafios, tendências e oportunidades para a gestão em saúde. A abordagem interdisciplinar permitirá a construção de conhecimentos a partir de referenciais conceituais e metodológicos das áreas de economia, sociologia, antropologia, ciência política, administração e saúde pública.

    Esta disciplina visa oferecer uma visão geral de modelos e métodos de pesquisa aplicados a avaliação de sistemas de saúde. Serão explorados modelos analíticos para comparar o histórico, organização e funcionamento de sistemas de saúde, proporcionando discussões sobre desafios, tendências e oportunidades para a gestão em saúde. A abordagem interdisciplinar permitirá a construção de conhecimentos a partir de referenciais conceituais e metodológicos das áreas de economia, sociologia, antropologia, ciência política, administração e saúde pública.

    Carga horária
    30h
    • Adriano Massuda

      Adriano Massuda

      Adriano Massuda é médico formado pela UFPR, com residências em Medicina Preventiva e Social e em Administração em Saúde pela...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Saúde Coletiva pela Unicamp
      Qualificação
      Credenciais iniciais profissionais; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2020
Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Seminário Geral 1 e 2

    O objetivo do seminário é analisar as tendências gerais no campo da administração pública e governo por meio de seminários, palestras de pesquisadores convidados e discussões em classe.

    • Por que fazer pesquisa em administração pública e governo?

    • O que pesquisar em administração pública e governo?

    • Quais são as características da pesquisa bem-sucedida na academia e na prática?

    • Que perguntas as pessoas na academia e na prática estão tentando responder atualmente?

    • Quais são alguns dos principais exemplos de pesquisa e métodos de pesquisa na administração pública?

    O objetivo do seminário é analisar as tendências gerais no campo da administração pública e governo por meio de seminários, palestras de pesquisadores convidados e discussões em classe.

    • Por que fazer pesquisa em administração pública e governo?

    • O que pesquisar em administração pública e governo?

    • Quais são as características da pesquisa bem-sucedida na academia e na prática?

    • Que perguntas as pessoas na academia e na prática estão tentando responder atualmente?

    • Quais são alguns dos principais exemplos de pesquisa e métodos de pesquisa na administração pública?

    Carga horária
    15h
    • Ricardo Corrêa Gomes

      Ricardo Corrêa Gomes

      Ricardo Corrêa Gomes é pós-doutor pela Georgia State University (2014), onde desenvolveu teorias sobre a importância do...

      Saiba mais
      Títulação
      Doutor em Gestão Pública pela Aston Business School
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2019

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.