Plano do curso

Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Gestão e Organizações Públicas

    Analisar e discutir a diferentes abordagens teóricas que tratam das organizações públicas, suas especificidades e forma de funcionamento.

     

    Analisar e discutir a diferentes abordagens teóricas que tratam das organizações públicas, suas especificidades e forma de funcionamento.

     

    Carga horária
    30h
    • Gabriela Spanghero Lotta

      Gabriela Spanghero Lotta

      Professora e pesquisadora de Administração Pública e Governo da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Doutora em Ciência Política pela... Saiba mais

      Títulação
      Doutora em Ciência Política - FFLCH USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
  • Metodologia Científica

    Essa disciplina tem por objetivo apresentar os fundamentos básicos para elaboração de projetos de pesquisa no campo da administração pública e governo. Trata-se de uma disciplina introdutória, que apresenta uma visão geral dos diferentes métodos de pesquisa qualitativa e quantitativa, bem como desenho de pesquisa e análise de dados. Além disso, será realizada uma análise crítica dessas metodologias ao abordar os avanços no
    estudo dos métodos de pesquisa social, suas limitações, potencial de replicabilidade e questões éticas em estudos que envolvem seres humanos e bancos de dados anonimizados (ou não). A disciplina está dividida em quatro momentos: as duas aulas iniciais serão introdutórias e com objetivo de apresentar questões gerais de filosofia da ciência, desenho de pesquisa, revisão de literatura e outros; dois grandes blocos seguintes abordarão metodologia e técnicas de investigação quantitativa e qualitativa, respectivamente; por fim, as aulas finais discutirão questões de replicabilidade, disseminação de pesquisas sociais, bem como a realização de um exercício aplicado.

    Essa disciplina tem por objetivo apresentar os fundamentos básicos para elaboração de projetos de pesquisa no campo da administração pública e governo. Trata-se de uma disciplina introdutória, que apresenta uma visão geral dos diferentes métodos de pesquisa qualitativa e quantitativa, bem como desenho de pesquisa e análise de dados. Além disso, será realizada uma análise crítica dessas metodologias ao abordar os avanços no
    estudo dos métodos de pesquisa social, suas limitações, potencial de replicabilidade e questões éticas em estudos que envolvem seres humanos e bancos de dados anonimizados (ou não). A disciplina está dividida em quatro momentos: as duas aulas iniciais serão introdutórias e com objetivo de apresentar questões gerais de filosofia da ciência, desenho de pesquisa, revisão de literatura e outros; dois grandes blocos seguintes abordarão metodologia e técnicas de investigação quantitativa e qualitativa, respectivamente; por fim, as aulas finais discutirão questões de replicabilidade, disseminação de pesquisas sociais, bem como a realização de um exercício aplicado.

    Carga horária
    30h
    • Elize Massard da Fonseca

      Elize Massard da Fonseca

      Mestre e Doutora em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública da FIOCRUZ (vencedora do prêmio melhor dissertação... Saiba mais

      Títulação
      Doutora em Política Social pela University of Edinburgh, Reino Unido
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
  • Políticas Públicas

    A disciplina expõe e discute os seguintes temas: conceito de política pública; campo de política pública e campo de públicas; teorias de política pública; ciclo de política pública e integralidade; transversalidade e intersetorialidade; relações intergovernamentais. Discute, com base nesses referenciais, políticas setoriais e transversais.

    A disciplina expõe e discute os seguintes temas: conceito de política pública; campo de política pública e campo de públicas; teorias de política pública; ciclo de política pública e integralidade; transversalidade e intersetorialidade; relações intergovernamentais. Discute, com base nesses referenciais, políticas setoriais e transversais.

    Carga horária
    30h
    • Marta Ferreira Santos Farah

      Marta Ferreira Santos Farah

      Professora integrante do Colegiado do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg... Saiba mais

      Títulação
      Doutora em Sociologia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1990
Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Economia

    O curso procura passar pelos principais fundamentos de microeconomia desde os seus blocos básicos (teoria do consumidor e teoria da firma) até questões mais complexas que envolvem o equilíbrio geral e o bem estar social. O curso se concentra em questões cruciais para estudantes de administração pública e governo deixando de lado, portanto, outras questões que têm menos relevância para essa área em específico. Assim, o curso entra em externalidades em geral e bens públicos em particular. A opção por incluir bem estar social também faz parte desse enfoque em políticas públicas dada a relevância dessa análise para a área.

     

    O curso procura passar pelos principais fundamentos de microeconomia desde os seus blocos básicos (teoria do consumidor e teoria da firma) até questões mais complexas que envolvem o equilíbrio geral e o bem estar social. O curso se concentra em questões cruciais para estudantes de administração pública e governo deixando de lado, portanto, outras questões que têm menos relevância para essa área em específico. Assim, o curso entra em externalidades em geral e bens públicos em particular. A opção por incluir bem estar social também faz parte desse enfoque em políticas públicas dada a relevância dessa análise para a área.

     

    Carga horária
    30h
    • Ciro Biderman

      Ciro Biderman

      Ciro Biderman é professor dos cursos de graduação e pós-graduação em administração pública e economia da Fundação Getulio... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Economia de Empresas - FGV EAESP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2001
  • Teoria Política

    A disciplina visa discutir conceitos e temas centrais da teoria política a partir da leitura de autores clássicos, procurando sempre relacionar essa discussão com questões contemporâneas envolvendo a administração pública e governo. Serão também apresentadas as principais correntes da teoria política contemporânea, mostrando seus limites e possibilidades.

     

    A disciplina visa discutir conceitos e temas centrais da teoria política a partir da leitura de autores clássicos, procurando sempre relacionar essa discussão com questões contemporâneas envolvendo a administração pública e governo. Serão também apresentadas as principais correntes da teoria política contemporânea, mostrando seus limites e possibilidades.

     

    Carga horária
    30h
    • Maria Rita Garcia Loureiro Durand

      Maria Rita Garcia Loureiro Durand

      Possui Mestrado e Doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1984), com pós-doutorado em Sociologia na École des... Saiba mais

      Títulação
      Doutora em Sociologia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1972
Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Advanced International Comparative Public Management

    This course examines advanced, international and comparative experiences of other countries in public management, notably leading and other practices from Asia-Pacific and North America. Couse objectives are to (1) understand how important challenges of public management and policy are addressed in other countries; (2) provide theoretical and research approaches to assist in the comparative study of public management and public policy; and (3) facilitate application of comparative/international experiences to specific settings and contexts (e.g., Brasil).

     

    This course examines advanced, international and comparative experiences of other countries in public management, notably leading and other practices from Asia-Pacific and North America. Couse objectives are to (1) understand how important challenges of public management and policy are addressed in other countries; (2) provide theoretical and research approaches to assist in the comparative study of public management and public policy; and (3) facilitate application of comparative/international experiences to specific settings and contexts (e.g., Brasil).

     

    Carga horária
    30h
    • Imagem do Evan Berman

      Evan Berman

      Professor Titular em Gestão Pública na FGV EAESP. Suas áreas de pesquisa são performance e gestão do setor público, gestão... Saiba mais

      Títulação
      Ph.D. em Políticas Públicas pela Universidade George Washington
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2020
  • Economia Política

    1. Conhecimentos dos principais conceitos da economia política.

    2. Identificar e compreender as principais instituições políticas.

    3. Conhecimento do ferramental básico utilizado para analisar as instituições políticas.

    4. Introduzir o aluno aos principais conceitos de teoria dos jogos e ao comportamento estratégico.

    5. Permitir ao aluno analisar a produção de políticas públicas como solução de conflitos distributivos e, portanto, como fenômeno político.

    1. Conhecimentos dos principais conceitos da economia política.

    2. Identificar e compreender as principais instituições políticas.

    3. Conhecimento do ferramental básico utilizado para analisar as instituições políticas.

    4. Introduzir o aluno aos principais conceitos de teoria dos jogos e ao comportamento estratégico.

    5. Permitir ao aluno analisar a produção de políticas públicas como solução de conflitos distributivos e, portanto, como fenômeno político.

    Carga horária
    30h
    • George Avelino Filho

      George Avelino Filho

      Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1982), mestrado em Sociologia pela... Saiba mais

      Títulação
      PH.D em Ciência Política pela Universidade de Stanford
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1992
  • Economia Urbana

    Nesse curso o aluno aprenderá os fundamentos de economia urbana. Iniciando pelo modelo canônico de equilíbrio entre custos de transportes e preço do solo, o aluno entenderá a lógica econômica por trás do comportamento dos indivíduos dentro das áreas urbanas e suas consequências para as cidades. A partir dessa base o curso pretende introduzir o aluno à análise de políticas públicas urbanas, mercado imobiliário e tributação local. Também elementos de economia dos transportes e economia do crime serão explorados de maneira introdutória.

    Nesse curso o aluno aprenderá os fundamentos de economia urbana. Iniciando pelo modelo canônico de equilíbrio entre custos de transportes e preço do solo, o aluno entenderá a lógica econômica por trás do comportamento dos indivíduos dentro das áreas urbanas e suas consequências para as cidades. A partir dessa base o curso pretende introduzir o aluno à análise de políticas públicas urbanas, mercado imobiliário e tributação local. Também elementos de economia dos transportes e economia do crime serão explorados de maneira introdutória.

    Carga horária
    30h
    • Ciro Biderman

      Ciro Biderman

      Ciro Biderman é professor dos cursos de graduação e pós-graduação em administração pública e economia da Fundação Getulio... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Economia de Empresas - FGV EAESP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2001
  • Estado, Desenvolvimento e Capitalismo

    O objetivo do curso é o capitalismo, o Estado, e o desenvolvimento capitalista. moderno. No início cada uma das duas aulas diárias o professor fará uma preleção sobre o tema, e, em seguida, na primeira parte da aula será discutido o primeiro texto de leitura obrigatória, ficando o segundo para a segunda parte. Cada aluno deverá trazer seu notebook ou seu tablete com as leituras obrigatórias da respectiva aula devidamente anotadas para discussão em classe. Será interessante que planejem perguntas para o professor no final da primeira parte da aula

    O objetivo do curso é o capitalismo, o Estado, e o desenvolvimento capitalista. moderno. No início cada uma das duas aulas diárias o professor fará uma preleção sobre o tema, e, em seguida, na primeira parte da aula será discutido o primeiro texto de leitura obrigatória, ficando o segundo para a segunda parte. Cada aluno deverá trazer seu notebook ou seu tablete com as leituras obrigatórias da respectiva aula devidamente anotadas para discussão em classe. Será interessante que planejem perguntas para o professor no final da primeira parte da aula

    Carga horária
    30h
    • Luiz Carlos Bresser Gonçalves Pereira

      Luiz Carlos Bresser Gonçalves Pereira

      Diretor do Centro de Estudos do Novo Desenvolvimentismo da Fundação Getulio Vargas (FGVcnd). Doutor em Economia pela Faculdade de Economia,... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Ciências Econômicas pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1959
  • Relações Estado/Sociedade na Contemporaneidade: Interações Assimétricas, Desigualdades e Vulnerabilidade

    A disciplina objetiva analisar, em perspectiva conceitual e empírica, as complexas relações entre Estado e Sociedade na contemporaneidade: definição e papel de “Estado” e análise de “Sociedade” a partir da pulverização, assimetrias e conflitos entre os atores e do duo democracia/exceção. Serão enfatizadas as interações assimétricas, as desigualdades de poder e sócio/econômicas e as vulnerabilidades de grupos sociais – pertencentes à “Sociedade” – em suas relações entre si e com o Estado. Destaque-se o hibridismo de determinadas formações estatais contemporâneas (Estado híbrido), caso do Brasil, em que garantias constitucionais convivem de forma complexa com dimensões de exceção: autoritarismo, seletividade e arbítrio na relação entre Estado e Sociedade. Nesse sentido, pretende-se analisar situações empíricas específicas que retratem a relação entre Estado e Sociedade na contemporaneidade, caso, por exemplo, de determinadas instituições, como o Poder Judiciário, e de arranjos sócio/institucionais de políticas públicas específicas, entre outros de interesse dos alunos.

    A disciplina objetiva analisar, em perspectiva conceitual e empírica, as complexas relações entre Estado e Sociedade na contemporaneidade: definição e papel de “Estado” e análise de “Sociedade” a partir da pulverização, assimetrias e conflitos entre os atores e do duo democracia/exceção. Serão enfatizadas as interações assimétricas, as desigualdades de poder e sócio/econômicas e as vulnerabilidades de grupos sociais – pertencentes à “Sociedade” – em suas relações entre si e com o Estado. Destaque-se o hibridismo de determinadas formações estatais contemporâneas (Estado híbrido), caso do Brasil, em que garantias constitucionais convivem de forma complexa com dimensões de exceção: autoritarismo, seletividade e arbítrio na relação entre Estado e Sociedade. Nesse sentido, pretende-se analisar situações empíricas específicas que retratem a relação entre Estado e Sociedade na contemporaneidade, caso, por exemplo, de determinadas instituições, como o Poder Judiciário, e de arranjos sócio/institucionais de políticas públicas específicas, entre outros de interesse dos alunos.

    Carga horária
    30h
    • Francisco Cesar Pinto da Fonseca

      Francisco Cesar Pinto da Fonseca

      Pesquisador do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg). graduado em Ciências... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Ciências: História Social pela Universidade de São Paulo
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1985
  • Sociedade Civil e Movimentos Sociais

    Assistimos atualmente um novo ciclo de expansão dos movimentos sociais e organizações da sociedade civil, que colocam desafios inéditos ao Estado, às empresas e aos gestores públicos e lutam por expansão da democracia. Por outro lado, compreendemos também existirem movimentos que se contrapões à própria existência da democracia, caracterizando formas de uma sociedade “incivil”. Parte-se do pressuposto de que os movimentos sociais são fontes de transformação das instituições e, portanto, apontam caminhos de renovação das políticas e da gestão pública. Consequentemente, não é possível compreender a atuação do Estado abstraindo o papel dos Movimentos Sociais em seus ciclos de manifestação sociais mais expressivos e seus impactos nas formas de ação coletiva institucionalizada no setor público. Este é um curso multidisciplinar – com pendores organizacionais - que explora a convergência entre os estudos sobre Sociedade Civil e Movimentos Sociais. Por um lado, os estudiosos do campo das organizações, fascinados por modelos como redes sociais e organizacionais, têm abandonado as organizações formais e se dedicado intensamente às questões institucionais (trabalho institucional, empreendedorismo institucional e lógicas institucionais; por outro lado, os pesquisadores dos movimentos sociais estão cada vez mais interessados na emergência de organizações de advocacy formalizadas e institucionalizadas. Por outro lado, cientistas políticos estão cada vez mais interessados em questões como a dependência de trajetória (path dependence) e a questão do desenvolvimento de lideranças.

     

    Assistimos atualmente um novo ciclo de expansão dos movimentos sociais e organizações da sociedade civil, que colocam desafios inéditos ao Estado, às empresas e aos gestores públicos e lutam por expansão da democracia. Por outro lado, compreendemos também existirem movimentos que se contrapões à própria existência da democracia, caracterizando formas de uma sociedade “incivil”. Parte-se do pressuposto de que os movimentos sociais são fontes de transformação das instituições e, portanto, apontam caminhos de renovação das políticas e da gestão pública. Consequentemente, não é possível compreender a atuação do Estado abstraindo o papel dos Movimentos Sociais em seus ciclos de manifestação sociais mais expressivos e seus impactos nas formas de ação coletiva institucionalizada no setor público. Este é um curso multidisciplinar – com pendores organizacionais - que explora a convergência entre os estudos sobre Sociedade Civil e Movimentos Sociais. Por um lado, os estudiosos do campo das organizações, fascinados por modelos como redes sociais e organizacionais, têm abandonado as organizações formais e se dedicado intensamente às questões institucionais (trabalho institucional, empreendedorismo institucional e lógicas institucionais; por outro lado, os pesquisadores dos movimentos sociais estão cada vez mais interessados na emergência de organizações de advocacy formalizadas e institucionalizadas. Por outro lado, cientistas políticos estão cada vez mais interessados em questões como a dependência de trajetória (path dependence) e a questão do desenvolvimento de lideranças.

     

    Carga horária
    30h
    • Mário Aquino Alves

      Mário Aquino Alves

      Professor integrante do Colegiado do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1998
  • Teoria Democrática Contemporânea

    O curso discute as concepções contemporâneas de democracia, considerando seus limites e possibilidades analíticas e ainda a problemática de crise atual da democracia. Também compara diferentes arranjos institucionais em termos de representatividade, governabilidade e accountability democrática. Ênfase especial é atribuída às relações entre política e burocracia no contexto do sistema político brasileiro e aos desafios  à ordem democrática no Brasil atual.

    O curso discute as concepções contemporâneas de democracia, considerando seus limites e possibilidades analíticas e ainda a problemática de crise atual da democracia. Também compara diferentes arranjos institucionais em termos de representatividade, governabilidade e accountability democrática. Ênfase especial é atribuída às relações entre política e burocracia no contexto do sistema político brasileiro e aos desafios  à ordem democrática no Brasil atual.

    Carga horária
    30h
    • Maria Rita Garcia Loureiro Durand

      Maria Rita Garcia Loureiro Durand

      Possui Mestrado e Doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1984), com pós-doutorado em Sociologia na École des... Saiba mais

      Títulação
      Doutora em Sociologia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1972
Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Seminário Geral

    O objetivo do seminário é analisar as tendências gerais no campo da administração pública e do governo por meio de seminários, palestras de pesquisadores convidados e discussões em sala.

    - Por que pesquisar administração pública e do governo?

    - O que pesquisar em administração pública e governo?

    - Quais são as características de uma pesquisa bem-sucedida na academia e na prática?

    - Quais perguntas as pessoas na academia e na prática estão tentando responder atualmente?

    - Quais são alguns dos principais exemplos de pesquisa e métodos de pesquisa na administração pública?

    O objetivo do seminário é analisar as tendências gerais no campo da administração pública e do governo por meio de seminários, palestras de pesquisadores convidados e discussões em sala.

    - Por que pesquisar administração pública e do governo?

    - O que pesquisar em administração pública e governo?

    - Quais são as características de uma pesquisa bem-sucedida na academia e na prática?

    - Quais perguntas as pessoas na academia e na prática estão tentando responder atualmente?

    - Quais são alguns dos principais exemplos de pesquisa e métodos de pesquisa na administração pública?

    • Mário Aquino Alves

      Mário Aquino Alves

      Professor integrante do Colegiado do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1998
Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Desempenho do Setor Público: Gerenciamento de Resultados

    O objetivo deste curso é examinar práticas e estratégias para alcançar resultados e elevar o desempenho de organizações do setor público. O curso examina uma série de práticas eficazes para os gestores públicos contemporâneos, incluindo gerenciamento baseado em resultados, gerenciamento estratégico, governo digital e outras estratégias, conforme selecionadas, incluindo estratégias para fazer mudanças em organizações públicas. O curso inclui investigação crítica sobre estratégias para melhorar as organizações do setor público.

    O objetivo deste curso é examinar práticas e estratégias para alcançar resultados e elevar o desempenho de organizações do setor público. O curso examina uma série de práticas eficazes para os gestores públicos contemporâneos, incluindo gerenciamento baseado em resultados, gerenciamento estratégico, governo digital e outras estratégias, conforme selecionadas, incluindo estratégias para fazer mudanças em organizações públicas. O curso inclui investigação crítica sobre estratégias para melhorar as organizações do setor público.

    Carga horária
    30h
    • Imagem do Evan Berman

      Evan Berman

      Professor Titular em Gestão Pública na FGV EAESP. Suas áreas de pesquisa são performance e gestão do setor público, gestão... Saiba mais

      Títulação
      Ph.D. em Políticas Públicas pela Universidade George Washington
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2020
  • DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO LOCAL

    Este curso enfoca as causas e a natureza do crescimento e desenvolvimento econômico regional, com foco especial nas teorias e políticas econômicas aplicadas às pequenas economias abertas. Pequenas economias abertas podem variar de bairros urbanos a vilas rurais remotas. Este curso também se concentra nos métodos e ferramentas empregados pelos economistas regionais para analisar, descrever, prever e fazer recomendações sobre a economia de uma comunidade. Os estudantes aprenderão a entender as forças econômicas subjacentes que estão agindo em comunidades em dificuldades que estão tentando lidar com grandes mudanças econômicas; sejam comunidades dependentes da agricultura, comunidades dependentes da pesca comercial ou comunidades dependentes da silvicultura. Enquanto cada comunidade é única; eles enfrentam muitos desafios econômicos comuns.

    Este curso enfoca as causas e a natureza do crescimento e desenvolvimento econômico regional, com foco especial nas teorias e políticas econômicas aplicadas às pequenas economias abertas. Pequenas economias abertas podem variar de bairros urbanos a vilas rurais remotas. Este curso também se concentra nos métodos e ferramentas empregados pelos economistas regionais para analisar, descrever, prever e fazer recomendações sobre a economia de uma comunidade. Os estudantes aprenderão a entender as forças econômicas subjacentes que estão agindo em comunidades em dificuldades que estão tentando lidar com grandes mudanças econômicas; sejam comunidades dependentes da agricultura, comunidades dependentes da pesca comercial ou comunidades dependentes da silvicultura. Enquanto cada comunidade é única; eles enfrentam muitos desafios econômicos comuns.

    Carga horária
    30h
    • Victor Eduardo da Motta

      Victor Eduardo da Motta

      He has international experience in management in the hospitality industry, a degree in economics and mathematics from the King... Saiba mais

      Títulação
      Doctor of Business Administration from Pennsylvania State University, USA
  • Estratégias e novas tecnologias para políticas de inclusão social

    A disciplina tem como objetivo geral analisar o papel da inovação no processo de inclusão social, sendo que o foco recairá sobre as experiências recentes de políticas públicas, com destaque para o caso brasileiro.

     

    A disciplina tem como objetivo geral analisar o papel da inovação no processo de inclusão social, sendo que o foco recairá sobre as experiências recentes de políticas públicas, com destaque para o caso brasileiro.

     

    Carga horária
    30h
    • Eduardo Henrique Diniz

      Eduardo Henrique Diniz

      Pesquisador do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg). Formado em Engenharia Elétrica, com... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1999
    • Lauro Emilio Gonzalez Farias

      Lauro Emilio Gonzalez Farias

      Pesquisador do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg). Professor visitante na Université Paris... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Economia de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2004
  • MACROECONOMIA DO DESENVOLVIMENTO

     Análise da política macroeconômica e sua relação com: i) o processo de desenvolvimento econômico; ii) a estabilidade da inflação e, iii) a distribuição da renda. Ênfase no papel dos principais preços macroeconômicos (taxa de câmbio, de juros, de lucro, de salários e de inflação) nesse processo.

     Análise da política macroeconômica e sua relação com: i) o processo de desenvolvimento econômico; ii) a estabilidade da inflação e, iii) a distribuição da renda. Ênfase no papel dos principais preços macroeconômicos (taxa de câmbio, de juros, de lucro, de salários e de inflação) nesse processo.

    Carga horária
    30h
    • Nelson Marconi

      Nelson Marconi

      Coordenador executivo do Centro de Estudos do Novo Desenvolvimentismo da Fundação Getulio Vargas (FGVcnd). Doutor e Mestre em... Saiba mais

      Títulação
      Doutorado em Economia de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
  • Tópicos de Política Comparada

    Através da análise de algumas das principais instituições, o objetivo da disciplina é avançar no conhecimento dos alunos sobre o funcionamento das instituições políticas democráticas de forma a aumentar a compreensão dos alunos sobre o funcionamento e as consequências dos diferentes tipos de instituições.

     

    Através da análise de algumas das principais instituições, o objetivo da disciplina é avançar no conhecimento dos alunos sobre o funcionamento das instituições políticas democráticas de forma a aumentar a compreensão dos alunos sobre o funcionamento e as consequências dos diferentes tipos de instituições.

     

    Carga horária
    30h
    • Claudio Goncalves Couto

      Claudio Goncalves Couto

      Coordenador do Mestrado Profissional em Gestão e Políticas Públicas (MPGPP) da EAESP-FGV. Graduado em Ciências Sociais (1991),... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2007
    • George Avelino Filho

      George Avelino Filho

      Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1982), mestrado em Sociologia pela... Saiba mais

      Títulação
      PH.D em Ciência Política pela Universidade de Stanford
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1992

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.