Plano do curso

Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Metodologia de pesquisa qualitativa aplicada a administração pública

    Essa disciplina tem por objetivo oferecer embasamento conceitual e aplicado para o desenvolvimento de pesquisa qualitativa em administração pública e políticas públicas. O curso está voltado para o apoio à construção de projetos de pesquisa dos/as alunos/as matriculados/as nos cursos de mestrado e doutorado em administração pública e governo. A disciplina abordará a desde a formulação de uma pergunta de pesquisa, os dilemas na condução de estudos de caso, técnicas de coleta e análise de dados, até a validação e replicabilidade.

    Essa disciplina tem por objetivo oferecer embasamento conceitual e aplicado para o desenvolvimento de pesquisa qualitativa em administração pública e políticas públicas. O curso está voltado para o apoio à construção de projetos de pesquisa dos/as alunos/as matriculados/as nos cursos de mestrado e doutorado em administração pública e governo. A disciplina abordará a desde a formulação de uma pergunta de pesquisa, os dilemas na condução de estudos de caso, técnicas de coleta e análise de dados, até a validação e replicabilidade.

    Carga horária
    30h
    • Elize Massard da Fonseca

      Elize Massard da Fonseca

      Mestre e Doutora em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública da FIOCRUZ (vencedora do prêmio melhor dissertação... Saiba mais

      Títulação
      Doutora em Política Social pela University of Edinburgh, Reino Unido
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Epistemology

    This course aims to give students a grounding in the various epistemological perspectives underpinning social science research so they understand how these perspectives influence research design, methodology, methods, data analysis and theory construction.

     

    This course aims to give students a grounding in the various epistemological perspectives underpinning social science research so they understand how these perspectives influence research design, methodology, methods, data analysis and theory construction.

     

    Carga horária
    30h
    • Ann L. Cunliffe

      Ann Cunliffe is a Professor of Organization Studies at FGV-EAESP in Brazil. She worked previously at the Universities of Leeds (UK), Bradford (UK... Saiba mais

      Títulação
      Ph.D. em Administração pela Universidade de Lancaster - Reino Unido
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2014
Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Economia Política

    1. Conhecimentos dos principais conceitos da economia política.

    2. Identificar e compreender as principais instituições políticas.

    3. Conhecimento do ferramental básico utilizado para analisar as instituições políticas.

    4. Introduzir o aluno aos principais conceitos de teoria dos jogos e ao comportamento estratégico.

    5. Permitir ao aluno analisar a produção de políticas públicas como solução de conflitos distributivos e, portanto, como fenômeno político.

    1. Conhecimentos dos principais conceitos da economia política.

    2. Identificar e compreender as principais instituições políticas.

    3. Conhecimento do ferramental básico utilizado para analisar as instituições políticas.

    4. Introduzir o aluno aos principais conceitos de teoria dos jogos e ao comportamento estratégico.

    5. Permitir ao aluno analisar a produção de políticas públicas como solução de conflitos distributivos e, portanto, como fenômeno político.

    Carga horária
    30h
    • George Avelino Filho

      George Avelino Filho

      Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1982), mestrado em Sociologia pela... Saiba mais

      Títulação
      PH.D em Ciência Política pela Universidade de Stanford
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1992
  • Economia Urbana

    Nesse curso o aluno aprenderá os fundamentos de economia urbana. Iniciando pelo modelo canônico de equilíbrio entre custos de transportes e preço do solo, o aluno entenderá a lógica econômica por trás do comportamento dos indivíduos dentro das áreas urbanas e suas consequências para as cidades. A partir dessa base o curso pretende introduzir o aluno à análise de políticas públicas urbanas, mercado imobiliário e tributação local. Também elementos de economia dos transportes e economia do crime serão explorados de maneira introdutória.

    Nesse curso o aluno aprenderá os fundamentos de economia urbana. Iniciando pelo modelo canônico de equilíbrio entre custos de transportes e preço do solo, o aluno entenderá a lógica econômica por trás do comportamento dos indivíduos dentro das áreas urbanas e suas consequências para as cidades. A partir dessa base o curso pretende introduzir o aluno à análise de políticas públicas urbanas, mercado imobiliário e tributação local. Também elementos de economia dos transportes e economia do crime serão explorados de maneira introdutória.

    Carga horária
    30h
    • Ciro Biderman

      Ciro Biderman

      Ciro Biderman é professor dos cursos de graduação e pós-graduação em administração pública e economia da Fundação Getulio... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Economia de Empresas - FGV EAESP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2001
  • Estado, Desenvolvimento e Capitalismo

    O objetivo do curso é o capitalismo, o Estado, e o desenvolvimento capitalista. moderno. No início cada uma das duas aulas diárias o professor fará uma preleção sobre o tema, e, em seguida, na primeira parte da aula será discutido o primeiro texto de leitura obrigatória, ficando o segundo para a segunda parte. Cada aluno deverá trazer seu notebook ou seu tablete com as leituras obrigatórias da respectiva aula devidamente anotadas para discussão em classe. Será interessante que planejem perguntas para o professor no final da primeira parte da aula

    O objetivo do curso é o capitalismo, o Estado, e o desenvolvimento capitalista. moderno. No início cada uma das duas aulas diárias o professor fará uma preleção sobre o tema, e, em seguida, na primeira parte da aula será discutido o primeiro texto de leitura obrigatória, ficando o segundo para a segunda parte. Cada aluno deverá trazer seu notebook ou seu tablete com as leituras obrigatórias da respectiva aula devidamente anotadas para discussão em classe. Será interessante que planejem perguntas para o professor no final da primeira parte da aula

    Carga horária
    30h
    • Luiz Carlos Bresser Gonçalves Pereira

      Luiz Carlos Bresser Gonçalves Pereira

      Diretor do Centro de Estudos do Novo Desenvolvimentismo da Fundação Getulio Vargas (FGVcnd). Doutor em Economia pela Faculdade de Economia,... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Ciências Econômicas pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1959
  • Advanced International Comparative Public Management

    This course examines advanced, international and comparative experiences of other countries in public management, notably leading and other practices from Asia-Pacific and North America. Couse objectives are to (1) understand how important challenges of public management and policy are addressed in other countries; (2) provide theoretical and research approaches to assist in the comparative study of public management and public policy; and (3) facilitate application of comparative/international experiences to specific settings and contexts (e.g., Brasil).

     

    This course examines advanced, international and comparative experiences of other countries in public management, notably leading and other practices from Asia-Pacific and North America. Couse objectives are to (1) understand how important challenges of public management and policy are addressed in other countries; (2) provide theoretical and research approaches to assist in the comparative study of public management and public policy; and (3) facilitate application of comparative/international experiences to specific settings and contexts (e.g., Brasil).

     

    Carga horária
    30h
    • Imagem do Evan Berman

      Evan Berman

      Professor Titular em Gestão Pública na FGV EAESP. Suas áreas de pesquisa são performance e gestão do setor público, gestão... Saiba mais

      Títulação
      Ph.D. em Políticas Públicas pela Universidade George Washington
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2020
  • Teoria Democrática Contemporânea

    O curso discute as concepções contemporâneas de democracia, considerando seus limites e possibilidades analíticas e ainda a problemática de crise atual da democracia. Também compara diferentes arranjos institucionais em termos de representatividade, governabilidade e accountability democrática. Ênfase especial é atribuída às relações entre política e burocracia no contexto do sistema político brasileiro e aos desafios  à ordem democrática no Brasil atual.

    O curso discute as concepções contemporâneas de democracia, considerando seus limites e possibilidades analíticas e ainda a problemática de crise atual da democracia. Também compara diferentes arranjos institucionais em termos de representatividade, governabilidade e accountability democrática. Ênfase especial é atribuída às relações entre política e burocracia no contexto do sistema político brasileiro e aos desafios  à ordem democrática no Brasil atual.

    Carga horária
    30h
    • Maria Rita Garcia Loureiro Durand

      Maria Rita Garcia Loureiro Durand

      Possui Mestrado e Doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1984), com pós-doutorado em Sociologia na École des... Saiba mais

      Títulação
      Doutora em Sociologia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1972
  • Relações Estado/Sociedade na Contemporaneidade: Interações Assimétricas, Desigualdades e Vulnerabilidade

    A disciplina objetiva analisar, em perspectiva conceitual e empírica, as complexas relações entre Estado e Sociedade na contemporaneidade: definição e papel de “Estado” e análise de “Sociedade” a partir da pulverização, assimetrias e conflitos entre os atores e do duo democracia/exceção. Serão enfatizadas as interações assimétricas, as desigualdades de poder e sócio/econômicas e as vulnerabilidades de grupos sociais – pertencentes à “Sociedade” – em suas relações entre si e com o Estado. Destaque-se o hibridismo de determinadas formações estatais contemporâneas (Estado híbrido), caso do Brasil, em que garantias constitucionais convivem de forma complexa com dimensões de exceção: autoritarismo, seletividade e arbítrio na relação entre Estado e Sociedade. Nesse sentido, pretende-se analisar situações empíricas específicas que retratem a relação entre Estado e Sociedade na contemporaneidade, caso, por exemplo, de determinadas instituições, como o Poder Judiciário, e de arranjos sócio/institucionais de políticas públicas específicas, entre outros de interesse dos alunos.

    A disciplina objetiva analisar, em perspectiva conceitual e empírica, as complexas relações entre Estado e Sociedade na contemporaneidade: definição e papel de “Estado” e análise de “Sociedade” a partir da pulverização, assimetrias e conflitos entre os atores e do duo democracia/exceção. Serão enfatizadas as interações assimétricas, as desigualdades de poder e sócio/econômicas e as vulnerabilidades de grupos sociais – pertencentes à “Sociedade” – em suas relações entre si e com o Estado. Destaque-se o hibridismo de determinadas formações estatais contemporâneas (Estado híbrido), caso do Brasil, em que garantias constitucionais convivem de forma complexa com dimensões de exceção: autoritarismo, seletividade e arbítrio na relação entre Estado e Sociedade. Nesse sentido, pretende-se analisar situações empíricas específicas que retratem a relação entre Estado e Sociedade na contemporaneidade, caso, por exemplo, de determinadas instituições, como o Poder Judiciário, e de arranjos sócio/institucionais de políticas públicas específicas, entre outros de interesse dos alunos.

    Carga horária
    30h
    • Francisco Cesar Pinto da Fonseca

      Francisco Cesar Pinto da Fonseca

      Pesquisador do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg). graduado em Ciências... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Ciências: História Social pela Universidade de São Paulo
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1985
  • Sociedade Civil e Movimentos Sociais

    Assistimos atualmente um novo ciclo de expansão dos movimentos sociais e organizações da sociedade civil, que colocam desafios inéditos ao Estado, às empresas e aos gestores públicos e lutam por expansão da democracia. Por outro lado, compreendemos também existirem movimentos que se contrapões à própria existência da democracia, caracterizando formas de uma sociedade “incivil”. Parte-se do pressuposto de que os movimentos sociais são fontes de transformação das instituições e, portanto, apontam caminhos de renovação das políticas e da gestão pública. Consequentemente, não é possível compreender a atuação do Estado abstraindo o papel dos Movimentos Sociais em seus ciclos de manifestação sociais mais expressivos e seus impactos nas formas de ação coletiva institucionalizada no setor público. Este é um curso multidisciplinar – com pendores organizacionais - que explora a convergência entre os estudos sobre Sociedade Civil e Movimentos Sociais. Por um lado, os estudiosos do campo das organizações, fascinados por modelos como redes sociais e organizacionais, têm abandonado as organizações formais e se dedicado intensamente às questões institucionais (trabalho institucional, empreendedorismo institucional e lógicas institucionais; por outro lado, os pesquisadores dos movimentos sociais estão cada vez mais interessados na emergência de organizações de advocacy formalizadas e institucionalizadas. Por outro lado, cientistas políticos estão cada vez mais interessados em questões como a dependência de trajetória (path dependence) e a questão do desenvolvimento de lideranças.

     

    Assistimos atualmente um novo ciclo de expansão dos movimentos sociais e organizações da sociedade civil, que colocam desafios inéditos ao Estado, às empresas e aos gestores públicos e lutam por expansão da democracia. Por outro lado, compreendemos também existirem movimentos que se contrapões à própria existência da democracia, caracterizando formas de uma sociedade “incivil”. Parte-se do pressuposto de que os movimentos sociais são fontes de transformação das instituições e, portanto, apontam caminhos de renovação das políticas e da gestão pública. Consequentemente, não é possível compreender a atuação do Estado abstraindo o papel dos Movimentos Sociais em seus ciclos de manifestação sociais mais expressivos e seus impactos nas formas de ação coletiva institucionalizada no setor público. Este é um curso multidisciplinar – com pendores organizacionais - que explora a convergência entre os estudos sobre Sociedade Civil e Movimentos Sociais. Por um lado, os estudiosos do campo das organizações, fascinados por modelos como redes sociais e organizacionais, têm abandonado as organizações formais e se dedicado intensamente às questões institucionais (trabalho institucional, empreendedorismo institucional e lógicas institucionais; por outro lado, os pesquisadores dos movimentos sociais estão cada vez mais interessados na emergência de organizações de advocacy formalizadas e institucionalizadas. Por outro lado, cientistas políticos estão cada vez mais interessados em questões como a dependência de trajetória (path dependence) e a questão do desenvolvimento de lideranças.

     

    Carga horária
    30h
    • Mário Aquino Alves

      Mário Aquino Alves

      Professor integrante do Colegiado do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1998
Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Estado, interesses organizados e políticas públicas

    O curso buscará combinar lentes teóricas da ciência política e da economia a fim de analisar como grupos de interesses e empresas se articulam ao redor do Estado, nos seus diversos níveis e esferas institucionai, e produzem efeitos sobre políticas governamentais. As diferentes abordagens do curso permirtirão efetuar análise teórica e empírica interdisciplinar dos processos de lobby realizados por distintos atores políticos, visando promover sua agenda de interesses. Serão discutidos os grupos de interesses à luz dos diferentes contornos e características das economias de mercado, desde a presença de empresas estatais e parcerias público-privadas até uma configuração à lá de capitalismo de Estado. O curso se propõe ainda a analisar a atuação de grupos de interesses organizados no contexto das novas abordagens acerca do objetivo das empresas e corporações públicas e privadas.

    O curso buscará combinar lentes teóricas da ciência política e da economia a fim de analisar como grupos de interesses e empresas se articulam ao redor do Estado, nos seus diversos níveis e esferas institucionai, e produzem efeitos sobre políticas governamentais. As diferentes abordagens do curso permirtirão efetuar análise teórica e empírica interdisciplinar dos processos de lobby realizados por distintos atores políticos, visando promover sua agenda de interesses. Serão discutidos os grupos de interesses à luz dos diferentes contornos e características das economias de mercado, desde a presença de empresas estatais e parcerias público-privadas até uma configuração à lá de capitalismo de Estado. O curso se propõe ainda a analisar a atuação de grupos de interesses organizados no contexto das novas abordagens acerca do objetivo das empresas e corporações públicas e privadas.

    Carga horária
    30h
    • Lauro Emilio Gonzalez Farias

      Lauro Emilio Gonzalez Farias

      Pesquisador do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg). Professor visitante na Université Paris... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Economia de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2004
  • Federalismo e Políticas Públicas

    O objetivo geral da disciplina é realçar a importância de uma variável institucional presente
    nas principais democracias contemporâneas e, especialmente, no Brasil, que são as relações
    intergovernamentais, para o entendimento das políticas públicas.

    O objetivo geral da disciplina é realçar a importância de uma variável institucional presente
    nas principais democracias contemporâneas e, especialmente, no Brasil, que são as relações
    intergovernamentais, para o entendimento das políticas públicas.

    Carga horária
    30h
    • Fernando Luiz Abrucio

      Fernando Luiz Abrucio

      Coordenador da área de Educação do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg).... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Ciência Política pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1985
  • Tecnologia da Informação e Desenvolvimento

    A relação entre tecnologia e sociedade tem sido cada vez mais paradoxal em nosso século. Se, por um lado, o desenvolvimento tecnológico trouxe grandes avanços na qualidade de vida e na produtividade em muitas regiões do mundo, por outro, sua onipresença em todas as esferas da vida humana e os diferentes níveis de penetração em diferentes áreas tem sido também uma fonte de tensões e críticas. Pesquisa em TIC - Tecnologias de Informação e Comunicação - apontam para uma contribuição positiva dessas tecnologias para o desenvolvimento social em várias áreas de atividades como saúde, educação, emprego e muitas outras. O efeito positivo é principalmente através do aumento do acesso à informação e redução dos custos de comunicação. A Internet e os telefones celulares têm um grande potencial para melhorar os sistemas de saúde e educação e combater as desigualdades regionais e sociais. No entanto, esses benefícios não estão sendo totalmente alcançados por várias razões de natureza diferente, que podem ser analisadas sob diferentes perspectivas. Neste curso interdisciplinar, discutimos os diferentes papéis que as TIC podem desempenhar no desenvolvimento social. O foco está no cenário brasileiro, mas durante o curso serão discutidos extensivamente exemplos de outras culturas e territórios. Esse tema, que já é conhecido internacionalmente como ICT4D (Tecnologias de Informação e Comunicação para o Desenvolvimento), produziu extensa bibliografia que será amplamente utilizada durante o curso.

     

    A relação entre tecnologia e sociedade tem sido cada vez mais paradoxal em nosso século. Se, por um lado, o desenvolvimento tecnológico trouxe grandes avanços na qualidade de vida e na produtividade em muitas regiões do mundo, por outro, sua onipresença em todas as esferas da vida humana e os diferentes níveis de penetração em diferentes áreas tem sido também uma fonte de tensões e críticas. Pesquisa em TIC - Tecnologias de Informação e Comunicação - apontam para uma contribuição positiva dessas tecnologias para o desenvolvimento social em várias áreas de atividades como saúde, educação, emprego e muitas outras. O efeito positivo é principalmente através do aumento do acesso à informação e redução dos custos de comunicação. A Internet e os telefones celulares têm um grande potencial para melhorar os sistemas de saúde e educação e combater as desigualdades regionais e sociais. No entanto, esses benefícios não estão sendo totalmente alcançados por várias razões de natureza diferente, que podem ser analisadas sob diferentes perspectivas. Neste curso interdisciplinar, discutimos os diferentes papéis que as TIC podem desempenhar no desenvolvimento social. O foco está no cenário brasileiro, mas durante o curso serão discutidos extensivamente exemplos de outras culturas e territórios. Esse tema, que já é conhecido internacionalmente como ICT4D (Tecnologias de Informação e Comunicação para o Desenvolvimento), produziu extensa bibliografia que será amplamente utilizada durante o curso.

     

    Carga horária
    30h
    • Eduardo Henrique Diniz

      Eduardo Henrique Diniz

      Pesquisador do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas (FGVceapg). Formado em Engenharia Elétrica, com... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1999
  • Política Brasileira

    Com base na produção acadêmica sobre a política brasileira (não exclusivamente da ciência política, mas também de disciplinas afins) publicada sobretudo nos últimos quatro anos nos principais periódicos nacionais e em alguns estrangeiros, pretende-se discutir tópicos relevantes do cenário político nacional. Com isto, busca-se apresentar aos alunos o “estado da arte” da produção atual sobre a política brasileira contemporânea. Entende-se que a discussão propiciará aos alunos uma compreensão articulada tanto da produção acadêmica de ponta acerca da política no Brasil, como do próprio contexto político do país.

     

    Com base na produção acadêmica sobre a política brasileira (não exclusivamente da ciência política, mas também de disciplinas afins) publicada sobretudo nos últimos quatro anos nos principais periódicos nacionais e em alguns estrangeiros, pretende-se discutir tópicos relevantes do cenário político nacional. Com isto, busca-se apresentar aos alunos o “estado da arte” da produção atual sobre a política brasileira contemporânea. Entende-se que a discussão propiciará aos alunos uma compreensão articulada tanto da produção acadêmica de ponta acerca da política no Brasil, como do próprio contexto político do país.

     

    Carga horária
    30h
    • Claudio Goncalves Couto

      Claudio Goncalves Couto

      Coordenador do Mestrado Profissional em Gestão e Políticas Públicas (MPGPP) da EAESP-FGV. Graduado em Ciências Sociais (1991),... Saiba mais

      Títulação
      Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2007
  • Desenvolvimento e Políticas Públicas

    Compreender o processo de desenvolvimento econômico e os diversos aspectos que nele influem e possibilitar, a partir do instrumental discutido no curso, a análise de estratégias e políticas com essa finalidade.

     

    Compreender o processo de desenvolvimento econômico e os diversos aspectos que nele influem e possibilitar, a partir do instrumental discutido no curso, a análise de estratégias e políticas com essa finalidade.

     

    Carga horária
    30h
    • Nelson Marconi

      Nelson Marconi

      Coordenador executivo do Centro de Estudos do Novo Desenvolvimentismo da Fundação Getulio Vargas (FGVcnd). Doutor e Mestre em... Saiba mais

      Títulação
      Doutorado em Economia de Empresas pela Fundação Getulio Vargas
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2018
  • Saúde no século XXI - Saúde, doenças, longevidade
    Carga horária
    30h
    • Ana Maria Malik

      Ana Maria Malik

      Possui graduação em Faculdade de Medicina SP pela Universidade de São Paulo (1978), mestrado em Administração de... Saiba mais

      Títulação
      Doutora em Medicina Preventiva pela Faculdade de Medicina da USP
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 1991
Disciplina
Carga Horária
Professor
  • Seminário Geral

    Política Governamental através de seminários, palestras de pesquisadores convidados e discussões em classe.
    - Por que realizar  pesquisa em administração pública e governamental?
    - O que pesquisar em administração pública e governamental?
    - Quais são as características de uma pesquisa bem-sucedida na academia e na prática?
    - Que perguntas as pessoas estão tentando responder, na academia e na prática?
    - Quais são alguns exemplos importantes de pesquisa e metodologia  de pesquisa na administração pública?
     

    Política Governamental através de seminários, palestras de pesquisadores convidados e discussões em classe.
    - Por que realizar  pesquisa em administração pública e governamental?
    - O que pesquisar em administração pública e governamental?
    - Quais são as características de uma pesquisa bem-sucedida na academia e na prática?
    - Que perguntas as pessoas estão tentando responder, na academia e na prática?
    - Quais são alguns exemplos importantes de pesquisa e metodologia  de pesquisa na administração pública?
     

    Carga horária
    15h
    • Imagem do Evan Berman

      Evan Berman

      Professor in Public Management joined FGV EAESP. His research areas are public performance and management, comparative public... Saiba mais

      Títulação
      Ph.D. in Public Policy from the George Washington University
  • Seminário de Acompanhamento Monográfico

    Este é um workshop prático sobre publicação, para estudantes de Doutorado e pesquisadores interessados em  compreender os fundamentos de uma pesquisa em ciências sociais e o processo de publicação em veículos acadêmicos.

    Este é um workshop prático sobre publicação, para estudantes de Doutorado e pesquisadores interessados em  compreender os fundamentos de uma pesquisa em ciências sociais e o processo de publicação em veículos acadêmicos.

    Carga horária
    15h
    • José Antonio Puppim de Oliveira

      José Antonio Puppim de Oliveira

      Professor pesquisador da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (FGV EBAPE) e da Escola de Administração de Empresas de São... Saiba mais

      Títulação
      Ph.D. em Planejamento pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT)
      Qualificação
      Credenciais iniciais acadêmicas; Engajamento acadêmico
      Tempo na FGV EAESP
      desde 2016

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.