ESTUDO SOBRE GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

ESTUDO SOBRE GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

A Governança de Tecnologia de Informação (GTI) é responsável por manter o vínculo entre a TI e a organização, garantindo o alinhamento necessário para a obtenção de resultados compatíveis com os requisitos organizacionais, bem como a realização do processo de decisão estratégica de TI.

A Tecnologia de Informação (TI) ocupa um lugar de destaque nas organizações, uma vez que qualquer processo de negócio depende dela. Neste contexto, é necessário considerarmos aspectos da gestão de TI, como sua governança, que trata a Tecnologia de Informação não apenas internamente, mas com a participação ativa da área de negócios.

A Governança de Tecnologia de Informação (GTI) é responsável por manter o vínculo entre a TI e a organização, garantindo o alinhamento necessário para a obtenção de resultados compatíveis com os requisitos organizacionais, bem como a realização do processo de decisão estratégica de TI.

 

Neste estudo, a GTI foi analisada dentro de um contexto amplo e estritamente estratégico, como parte da administração de TI, no que diz respeito a sustentar a organização com soluções específicas e adequadas às necessidades organizacionais e como parte da governança corporativa, como forma de estar alinhada aos objetivos organizacionais e incorporar práticas e políticas em seu plano de ação.

O trabalho buscou estabelecer uma definição de GTI, os principais aspectos, fatores e práticas que compreendem uma estrutura de GTI. O método de pesquisa utilizado foi o de estudo de caso, tendo-se procurado analisar, em detalhes, a implementação de um modelo de GTI. Como resultado, a estrutura de GTI apresenta a adequação da visão de negócio com a capacidade de TI por meio das definições de contexto, escopo, aplicação e participantes envolvidos. As práticas estabelecidas permitem tratar os fatores e como eles podem ser obtidos, bem como verificar como a organização trata a GTI apoiada por um roteiro de implementação e avaliação. A estrutura de GTI precisa considerar o papel da TI e as necessidades específicas da organização. A adoção dessa estrutura pode melhorar o tratamento da TI e a forma como ela deve ser estruturada para atender os objetivos organizacionais e apresentar reflexos positivos no desempenho empresarial.