Simulação de Comércio de Emissões

Simulação de Comércio de Emissões

A Simulação do Sistema de Comércio de Emissões é um exercício didático de precificação de carbono que oferece a oportunidade aos seus participantes de operarem em um mercado de carbono fictício do tipo “cap-and-trade”.

A iniciativa tem como objetivo criar e disseminar conhecimento, entre as empresas, sobre o funcionamento de um sistema de comércio de emissões (SCE), suas implicações para os negócios e sua contribuição para o alcance de metas de redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE) de forma custo-efetiva.

Em um sistema de comércio de emissões, em inglês chamado de “cap-and-trade”, um limite de emissões é estabelecido (cap) e revertido em permissões - títulos que conferem à empresa o direito de emitir uma tonelada de carbono equivalente - que são distribuídas e/ou vendidas para as empresas reguladas, as quais podem negociá-las entre si (trade).

As regras e parâmetros da Simulação foram construídos em 2013, junto com as empresas participantes, tendo como base os sistemas de comércio de emissões em operação, como o da Califórnia e da União Europeia. De 2014 a 2018, foram realizados cinco ciclos operacionais. Em 2018, foram testadas novas regras e parâmetros, resultado de estudos e debates realizados em 2017 com alguns dos principais setores: agronegócio, energia, indústria, papel e celulose.

Em 2019 foram realizados dois ciclos para dinamizar as transações e para que os participantes pudessem experimentar diferentes estratégias para aprimorar suas atuações no mercado. As empresas participantes da iniciativa deviam conciliar suas emissões do ano anterior com volume equivalente de permissões. Todas as transações ocorreram na plataforma de negociação do Instituto BVRio - Bolsa de Valores Ambientais e foram efetuadas com recurso financeiro fictício, EPCents (Ec$), com paridade ao real (Ec$1,00 = R$ 1,00). Em 2019, os dados de emissões utilizados foram reais, abrangendo (parte das) emissões de GEE provenientes de fontes que pertencem ou são controladas pelas empresas participantes, publicadas no Registro Público de Emissões, do Programa Brasileiro GHG Protocol.

Atividades 

Participe da Simulação de SCE em 2020

Agenda 2020

Agosto

Em agosto, foi realizado um webinar de apresentação das próximas atividades da Simulação de SCE. Baixe aqui o material informativo da Simulação e acesse, também, a gravação do webinar.

Agenda 2019

Fevereiro

Em 21 de fevereiro foi realizado o treinamento da Simulação de SCE 2019, na FGV, em São Paulo. O propósito desta atividade foi capacitar as empresas acerca dos principais conceitos de precificação de carbono e dos instrumentos regulatórios utilizados para tanto (tributação e sistema de comércio de emissões), bem como destacar a importância e apresentar os contextos nacional e internacional da agenda de precificação. Além disso, foram expostas e debatidas as regras e parâmetros da iniciativa, bem como o cronograma de atividades.

Abril

O primeiro leilão de 2019 aconteceu no dia 4 de abril, dando início às operações nos mercados (primário, secundário e de derivativos) em que permissões e offsets são negociados. Alguns dados deste primeiro leilão:

  • Foram ofertadas 17.687.432 permissões (cada uma equivalente a 1tCO2e); 
  • O preço de abertura foi de Ec$ 30,00;
  • A demanda total foi de 70.044.400; 
  • Lances atendidos estiveram entre um mínimo de Ec$ 36,00 e um máximo de Ec$ 46,00;
  • Todas as permissões ofertadas foram vendidas.

Ainda nessa primeira parte do ciclo de 2019, teremos mais dois leilões, previstos para acontecerem em maio e junho. Dependendo da demanda por títulos no mercado secundário, leilões adicionais poderão ser anunciados.

Julho

No dia 05 de julho encerramos a primeira rodada de negociações de 2019. Os resultados foram divulgados durante a reunião de meio de ano com as organizações participantes, que ocorreu no dia 31/07. Alguns dos principais resultados foram:

  • Tivemos 136 transações: 60 no mercado primário (leilões) e 76 no mercado secundário (spot). 
  • As permissões para emitir variaram de preço entre 34 e 65 EPCents.
  • Os offsets tiveram preços entre 20,00 e 42,00 EPCents. 
  • O custo médio de conciliação das emissões foi de 21,52 EPCents (custo para cumprir com a “regulação”). 
  • 23 dos 31 operadores regulados de mercado (players) não conseguiram conciliar suas emissões. 

Durante a reunião, também tivemos a oportunidade de debater os resultados dos seis calls temáticos realizados durante o primeiro semestre. Por fim, foram apresentadas as propostas para a segunda rodada de negociações, que será de agosto até novembro de 2019. 

Agosto e Setembro

Em agosto aconteceu a publicação dos resultados finais do ciclo 2018, após a divulgação dos inventários de emissões pelo Programa Brasileiro GHG Protocol.

No mês de agosto também ocorreu a Climate Week da ONU em Salvador. Durante um painel intitulado “A Comunicação da precificação de carbono para promoção do amplo e permanente apoio de partes interessadas”, Guilherme Lefèvre, gestor da Simulação, apresentou a Iniciativa e os avanços obtidos em 2019 no que diz respeito à construção de conhecimento junto aos participantes. Leia aqui uma nota sobre essa participação.  

Em relação ao ciclo atual (2019), tivemos a abertura da segunda rodada de negociações no dia 29/08. Até o final de setembro, já foram realizados dois leilões, ambos com um preço de fechamento de 42 EPCents, e ocorreu um total de 44 transações no mercado secundário. Além disso, até o final de setembro, quatro empresas realizaram 12 opções de mitigação no âmbito da Simulação, resultando em reduções de emissões (fictícias) de aproximadamente 5,13 milhões de tCO2e, por um custo médio de 21,20 EPCents.

Outubro e novembro

Em outubro realizamos calls temáticos com os participantes da Simulação. Em uma primeira conversa, debatemos sobre a aplicação das novas regras para o uso de Unidades de Remoção Florestal (URF) como títulos transacionáveis. A partir do segundo semestre de 2019, URF puderam ser negociadas entre os participantes para fins de conciliação das emissões. Cada URF representa uma tonelada de CO2 removida da atmosfera. Também tivemos calls para debater implicações do Projeto PMR Brasil e sobre propostas para a Simulação em 2020. Em novembro tivemos o fechamento do mercado (13/11) e ocorreu nossa reunião de final de ano (28/11).

Regras, Parâmetros e Instruções Normativas do SCE

REGRAS E PARÂMETROS EM VIGÊNCIA

OPÇÕES DE MITIGAÇÃO

INSTRUÇÕES NORMATIVAS EM VIGÊNCIA

VERSÕES ANTIGAS

Regras e parâmetros 

Instruções Normativas

Publicações e Relatórios

 

Sistema de Comércio de Emissões SCE - Relatório Final do Ciclo 2018

O relatório tem como principal objetivo comunicar os resultados e análises finais do 5º ciclo operacional da Simulação de Sistema de Comércio de Emissões, realizado de março a novembro de 2018. A Simulação, iniciativa do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV (FGVces) possui como objetivo gerar e compartilhar conhecimento sobre o desenho, o funcionamento e as consequências de um sistema de comércio de emissões (SCE). Este quinto ciclo contou com a participação de 29 empresas, algumas das quais operaram com mais de uma conta (Operadores Regulados de Mercado) devido a diferenças de atividades dentro de seus negócios. Dessa forma, o ano de 2018 contou com um total de 32 operadores ativos nos mercados da Simulação.

Acesse a publicação

Sistema de Comércio de Emissões SCE - Relatório Final do Ciclo 2017

Este relatório tem como principal objetivo comunicar os resultados e análises finais do 4º ciclo operacional da Simulação de Sistema de Comércio de Emissões, realizado de março a novembro de 2017. Além dos resultados operacionais são apresentados neste documento os principais aprendizados e desafios da Simulação, bem como os resultados dos grupos setoriais de trabalho, que foram criados, em 2017, para estudo e discussão das potencialidades e desafios dos setores em contexto de precificação de carbono.

Acesse a publicação
 

Sistema de Comércio de Emissões SCE - Relatório Final do Ciclo 2016

Este relatório tem como objetivo comunicar os desafios e os aprendizados do 3º ciclo operacional (2016) do Sistema de Comércio de Emissões (SCE), uma iniciativa do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP (FGVces), bem como as estratégias e os desempenhos das empresas participantes. 

Acesse a publicação

Sistema de Comércio de Emissões SCE EPC - Relatório Final: março a novembro de 2015

Este relatório traz uma análise sobre os resultados do 2º ciclo operacional (março-novembro/2015) do Sistema de Comércio de Emissões da Plataforma Empresas pelo Clima (SCE EPC), uma iniciativa do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP (FGVces) que oferece ao setor empresarial brasileiro a oportunidade de experimentar um instrumento de mercado para precificação de carbono e capacitá-lo a contribuir ao debate sobre este tema no Brasil e no mundo.

Acesse a publicação

Simulação de Sistema de Comércio de Emissões SCE EPC - Relatório Final: março a novembro de 2014

Este relatório traz os desafios, resultados, análises e um balanço do 1º ciclo operacional (março-novembro/2014) do Sistema de Comércio de Emissões da Plataforma Empresas pelo Clima (SCE EPC), uma iniciativa do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP (FGVces) que oferece ao setor empresarial brasileiro a oportunidade de experimentar um instrumento de mercado para precificação de carbono e capacitá-lo a contribuir ao debate sobre este tema no Brasil e no mundo.

Acesse a publicação

 

Parceiros

Empresas participantes do Ciclo 2019 da Simulação

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.