Garantindo o salário digno: estudo de caso da cadeia do café no Brasil

Garantindo o salário digno: estudo de caso da cadeia do café no Brasil

A partir de 2020, a Rainforest Alliance, uma organização internacional atuante na área de certificação de produção sustentável, lançou um novo programa de certificação e inseriu um novo requisito sobre salário digno. Com esse requisito, foi exigido que todos os trabalhadores das fazendas recebam pelo menos o salário-mínimo em seu país e tenham todas as proteções previstas nas convenções e recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT). 

Além disso, as fazendas deveriam avaliar os salários dos seus trabalhadores e compará-los com uma referência do salário digno aplicável estabelecida pela Rainforest Alliance, que varia para cada país e em regiões específicas. Caso houvesse uma diferença entre o salário pago e o salário digno, seria necessário desenvolver um plano de melhoria salarial. Ao adotar essa abordagem, a Rainforest Alliance espera que, se as fazendas informarem aos compradores a lacuna salarial de seus trabalhadores, os compradores sejam incentivados a contribuir financeiramente para os planos de melhoria salarial. 

Nesse sentido, esse estudo buscou averiguar a implementação e os impactos (benefícios e potenciais riscos) da abordagem de salário digno inserida em 2020 no programa de certificação Rainforest Alliance nas cadeias produtivas do café, chá e banana em quatro países: Brasil, Colômbia, Indonésia e Quênia. O estudo foi coordenado pelo Instituto de Estudos sobre Desenvolvimento da Universidade de Sussex (IDS – Institute of Development Studies). No caso brasileiro, o FGVces foi responsável por avaliar a percepção da abordagem de salário digno na visão de produtores, trabalhadores, compradores e outros atores da cadeia do café no estado de Minas Gerais.   

Produtos

Dispositions Towards the Living Wage Proposition: Baseline Report of the Rainforest Alliance Living Wage Strategy Evaluation

Resultado do projeto que buscou averiguar, através de estudos de caso, os impactos (benefícios e potenciais riscos) da abordagem de salário digno inserida em 2020 no programa de certificação Rainforest Alliance, uma das maiores certificadoras de produção sustentável atuantes em diversos países. O estudo se deu nas cadeias produtivas do café, chá e banana em quatro países: Brasil, Colômbia, Indonésia e Quênia. No caso brasileiro, o FGVces foi responsável por avaliar a percepção da abordagem de salário digno na visão de produtores, trabalhadores, compradores e outros atores da cadeia do café no estado de Minas Gerais. 

Acesse na íntegra aqui (em inglês)

Acesse o resumo executivo aqui (em português)

 

Financiadores

Rainforest Alliance 

Parceiros

Institute of Development Studies (IDS) 

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.