Núcleo de Estudos sobre o Endividamento do Consumidor

Núcleo de Estudos sobre o Endividamento do Consumidor

Lançado no dia 28 de fevereiro de 2023, no âmbito do FGVCemif, o Núcleo de Estudos sobre o Endividamento do Consumidor é composto por acadêmicos de diversas áreas, tanto da FGV como de outras instituições, por órgãos de defesa do consumidor públicos e privados, e por outras instituições que possuem ligação com crédito e endividamento.

A motivação para a criação do núcleo foi o reconhecimento de que o endividamento, o superendividamento e a inadimplência do consumidor brasileiro atingem padrões muito altos trazendo diversos impactos negativos para esses consumidores, suas famílias e a sociedade como um todo. A literatura acadêmica mostra que o endividamento excessivo e a inadimplência estão associados com maiores problemas de saúde física e mental, como a depressão, estresse financeiro e até mesmo tentativas de suicídio que em alguns casos se materializam. O superendividamento tende a levar ainda a uma brutal restrição de renda disponível e a uma queda na capacidade de consumo. Esse cenário de endividamento e inadimplência, portanto, dificulta a retomada econômica.

De acordo com dados recentes da PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a parcela de famílias com dívidas, em atraso ou não, ficou em 78,9% em novembro/2022 e a parcela das famílias inadimplentes ficou em 30,3%, nesta mesma data. Dados da Serasa Experian de dezembro de 2022, indicam que o país atingiu o número de 69,43 milhões de brasileiros com o nome restrito.

O núcleo de pesquisa tem como principal objetivo gerar conhecimento compartilhado do mercado de consumo de crédito ao consumidor, identificando possíveis distorções e situações prejudiciais ao mercado e ao consumidor, além de propor melhorias nas práticas de crédito e endividamento. Através de pesquisas aplicadas relacionadas ao endividamento e superendividamento do consumidor, o núcleo busca também auxiliar na consolidação de marcos regulatórios e políticas públicas que promovam o desenvolvimento do crédito ao consumidor de forma sustentável. Além disso, o núcleo tem como intuito estabelecer parcerias com instituições internacionais de pesquisa para a troca de experiências e conhecimentos e trazendo.

Ao longo do tempo, o núcleo de estudos espera trazer impactos sociais positivos na forma de sugestões para melhoria do ambiente de crédito e endividamento do consumidor no país.

Produções relacionados ao núcleo