Florestabilidade

Florestabilidade

Avaliação deste projeto da Fundação Roberto Marinho

Tratou-se de uma avaliação do Projeto Florestabilidade da Fundação Roberto Marinho. Esta avaliação foi estruturada a partir de três eixos que verificaram as seguintes aprendizagens:

  • Avaliação do acesso, formato e conteúdo do piloto de formação aplicados nos PDS Virola Jatobá e Esperança;
  • Análise do potencial de contribuição do projeto piloto para o manejo florestal nos PDS Virola Jatobá e Esperança;
  • Análise do potencial de replicabilidade do piloto e influência de políticas públicas. Os três eixos compõem um conjunto de análises em diferentes níveis - micro, meso e macro. 

 

 O primeiro centrou-se no processo de formação e participação dos stakeholders dentro do projeto piloto, enquanto o segundo visa depreender a partir da formação, as possíveis mudanças no manejo florestal nesses locais. Por último, buscou-se extrapolar para um contexto mais amplo, considerando quais eram as possíveis contribuições para políticas públicas estaduais e federais de extensão rural em manejo florestal. Os eixos de análise foram estruturados a fim de compreender os processos e as percepções de todos os stakeholders envolvidos no piloto de formação aplicados nos PDS Virola Jatobá e Esperança, localizados em Anapu, Pará.

 

Apoio:

  • Fundação Roberto Marinho

 

Coordenação:

  • Profº Fernando Burgos Pimentel dos Santos
  • Profª Zilma Borges de Souza

 

Equipe:

  • Profº Fernando Burgos Pimentel dos Santos
  • Profª Zilma Borges de Souza
  • Kate Dayana Rodrigues de Abreu
  • Fábio Grigoletto (CDAPG)
  • Fernanda Lima e Silva
  • Natasha Borali
  • Isabela Assumpção Rozzino
  • Maria Cecília Gomes Pereira
  • Fabiana Paschoal Sanches de Moura (FGVceapg, Coordenação administrativa)