CAPES-Print

APRESENTAÇÃO

O Programa CAPES-PrInt tem por objetivo oferecer bolsas de estágio em pesquisa de doutorado e pós-doutorado no exterior, além de apoiar a vinda de pesquisadores de instituições estrangeiras ao Brasil, de forma a complementar os esforços despendidos pelos programas de pós-graduação no Brasil na formação de recursos humanos de alto nível para inserção nos meios acadêmico, de ensino e de pesquisa no país.

BOLSAS DE ESTUDO

  • Professor Visitante Junior e Sênior no Exterior;
  • Professor Visitante no Brasil;
  • Doutorado Sanduíche;
  • Jovem Talento com Experiência no Exterior;
  • Capacitação.

 

CURSOS PARTICIPANTES

Doutorado Acadêmico em Administração de Empresas  e Doutorado Acadêmico em Admnistração Pública e Governo.

PESQUISA

Em Adminisração de Empresas, as pesquisas devem ter aderência a um dos temas: Cadeias globais e governança multistakeholder; Coevolução de competências em cadeias de suprimentos; ou Smart Cities: Governança e infraestruturas urbana”. Já em Admnistração Pública e Governo, as pesquisas devem ter aderência ao tema: Inovação no Setor Público.

Todos os temas contemplados nos cursos foram aprovados para compor o Projeto Institucional de Internacionalização da FGV, intitulado projeto CAPES-PRINT854820P:

Cadeias globais e governança multistakeholder

Coordenador(a): Profª. Luciana Vieira

A iniciativa multistakeholder é um tema ainda incipiente nos estudos das relações interorganizacionais e, ao comparar duas iniciativas que ocorrem em contextos distintos, pretende-se avançar no entendimento deste tipo alternativo de governança e suas implicações para os envolvidos em cadeias globais de empresas brasileiras. Com este estudo busca-se identificar como a legitimidade dessas iniciativas é percebida pelos mercados e stakeholders e quais resultados tem sido alcançados.

Coevolução de competências em cadeias de suprimentos

Coordenador(a): Profº. Ely Laureano Paiva

O objetivo deste estudo é comparar a partir de diferentes ambientes institucionais como as empresas competitivas globalmente têm desenvolvido ações para reforçar suas competências chave. Deste modo, teremos quatro ambientes institucionais distintos: brasileiro, caracterizado por instabilidades cíclicas no crescimento econômico; europeu, ambientes institucionais com estabilidade e crescimento  mais lento; chinês e neozelandês, ambientes institucionais com estabilidade e crescimento continuado.

Smart Cities: Governança e infraestruturas urbanas

Coordenador(a):

Urge capacitar pesquisadores, docentes e gestores públicos para os desafios das Smart Cities. No século XXI as cidades e/ou regiões urbanas serão a forma organizacional da maioria das sociedades no mundo. Enquanto na atualidade as Américas e a Europa são as áreas mais urbanizadas do mundo, espera-se que    a África e Ásia se urbanizem a uma velocidade maior que as demais regiões. Assim, os desafios para o Desenvolvimento Sustentável vão concentrar-se nas cidades, especialmente nos países em desenvolvimento ou economias emergentes. Governos de cidades pelo mundo, organizações internacionais, ONGs e empresas estão respondendo a estes desafios da  sustentabilidade.  Nações  Unidas (2015), Habitat III – New Urban Agenda, os estudos da OECD para políticas de infraestrutura urbana (por exemplo OECD 2015) o relatório do German Advisory Council on Global Change sobre os caminhos para desbloquear o poder transformativo das cidades (WBGU 2016) são apenas algumas entre   a multiplicidade de iniciativas de sustentabilidade urbana sendo implementadas pelo mundo em todos os níveis e escalas. Diversos temas são importantes. Este projeto foca-se em três deles: infraestruturas urbanas, governança inteligente (smart governance) e gestão de eventos críticos, para cidades resilientes. Outros temas são tangenciados pela sua importância no contexto nacional: mobilidade urbana, saúde e segurança.

Inovação no Setor Público

Coordenador(a): Profº. José Antonio Puppim de Oliveira

Compreender a relação entre inovação no setor público e melhoria do desenvolvimento social e da governança. O objetivo geral do programa é formar docentes e pesquisadores para a geração e a disseminação de conhecimento de base científica no campo da administração pública e governo, fornecendo ferramentas analíticas para o estudo do Estado, de gestão e políticas públicas. Portanto, a discussão sobre inovação no setor público é um tema central para este programa, sobretudo por sua atualidade. Procurar-se-á compreender a inovação nas seguintes dimensões temáticas das linhas de pesquisa do programa: desenvolvimento local e territorial, accountability, participação, vulnerabilidades, inclusão social, mudanças ambientais, ciência cidadã, arranjos institucionais e fortalecimento da democracia.

EDITAIS

 

AÇÕES E RESULTADOS

Os resultados do Programa CAPES-PrInt podem ser acompanhados aqui:

  • Aulas e matérias em inglês;
  • Vídeos das aulas e seminários dos visitantes;
  • Cooperações com o exterior;
  • Publicações em conjunto com parceiros em revistas de alto impacto em língua estrangeira;
  • Resultados concretos de cada missão para exterior ou no país;
  • Apropriação do conhecimento;
  • Relatórios dos bolsistas Jovens Talentos e de Professores Visitantes.